Da redação

Leia, a seguir, a conversa com José Maria de Almeida, da Coordenação Nacional da Conlutas e dirigente do PSTU. Durante uma hora, os internautas puderam debater os resultados do plebiscito – que aconteceu de 1 a 7 de setembro – e a perspectiva das lutas após esta vitoriosa mobilização.

Passaram pelo chat mais de 20 pessoas, mantendo uma média de 17 participantes simultâneos. Duas pessoas teclaram do exterior: um da Costa Rica e outro da Argentina.

Os internautas iniciaram perguntando sobre os resultados do plebiscito. Houve uma curiosidade sobre os significados dessa campanha, com base no número de votos. Zé Maria informou que pode chegar a 5 milhões os votos nas cédulas que continham as quatro perguntas. Para ele, “o balanço geral do plebiscito é positivo.(…) Dá uma força importante para a continuidade da luta contra a reforma da Previdência – ele ajudou a massificar a discussão sobre o tema e também temas como as privatizações e sobre a dívida interna e externa. Isso cria massa crítica, que vai ser base para as manifestações que teremos que fazer a partir de agora”.

A continuidade da luta foi o outro grande tema do chat. Falou-se, principalmente, na marcha a Brasília, no dia 24 de outubro. Há uma grande expectativa em torno da construção deste ato nacional. Zé Maria foi perguntado, ainda, a respeito da unidade entre os setores de esquerda.

A exemplo dos bate-papos anteriores, a conversa se deu num tom de muito respeito, com um debate de alto nível. O Portal do PSTU agradece a participação dos internautas. Esperamos todos e todas, em breve, em mais um chat, nos aproximando cada vez mais do nosso público.

Leia, abaixo, a íntegra da conversa.

Serginho.JPSTU-DF: iae galera!

Anon1: serginhovsk….que ta aqui é o maurição.

Mauricio: Na verdade meu…abri o site do pstu, vi o link e resolvi testar….parece que funciona….né…..

TalesPSTU: saudações companheiros!

ZEMARIA: Olá pessoal, acabo de entrar

Portaldopstu: Boa noite, a [email protected]! Estamos iniciando o chat sobre o Plebiscito Popular, que aconteceu nos dias 1 a 7 de setembro. Vamos ter uma hora de conversa, até às 20h.

Serginho.JPSTU-DF: iae zé!

Portaldopstu: Pedimos desculpas pelo atraso, pois deu um probleminha no sistema

Serginho.JPSTU-DF: tranquilo! zé vc acha que a marcha do dia 24 pode ser um bom ponto de apoio pra desgastar o congresso e começar a fazer o movimento ganhar mais força?

ZEMARIA: Acho que a marcha vai ser muito boa sim. Vai dar força para a campanha contra a reforma da previdencia e vai servir para potencializar o denuncia do congresso nacional…

TalesPSTU: Zé,sabemos que houve o plebiscito com duas cedulas uma com com 4 questões(CONLUTAS ETC) e outra com 1 questão(CUT)se tem mais ou menos idéia de quantos votos foram arrecadados com a s cedulas da CONLUTAS e com as cedulas da CUT?

Portaldopstu: A gente vai seguir algumas regrinhas, que são normais em qualquer chat: não serão permitidas ofensas nem palavras de baixo calão ou desrespeito a qualquer participante da conversa. No mais, sintam-se à vontade para fazer críticas, sugestões, questionar.

ZEMARIA: A apuração dos votos e a centralização de informações está muito atrasada, mas a previsão é que tenham sido coletados cerca de cinco milhões de votos com as quatro perguntas. Não temos notícia de recolhimento de votos com cedulas de uma pergunta. Deve ter sido muito pouco..

Portaldopstu: O Zé Maria, para quem não sabe ou entrou agora, é membro da Coordenação Nacional da Conlutas – que esteve na linha de frente do plebiscito – e também faz parte da direção nacional do PSTU. Ele também foi candidato à presidência da República pelo partido.

Portaldopstu: Só para relembrar, o plebiscito teve quatro questões que trataram sobre a privatização (ou reestatização) da Vale do rio Doce, o pagamentos das dívidas interna e externa, o problema da energia elétrica e a reforma da Previdência.

mauriciodf: Bom vou chutar logo a bola. Eu realizei o blebiscito no HuB da UnB e na Fac de Educação. Percebi duas realidades bem diferentes. No HuB ralei durante 1 dia inteiro para conseguir 3 folhas de assinatura. Grande parte dos trabalhadores nao tinham falar do plebiscito, foi um custo conseguir que o pessoal assinasse, a maioria disse que nao tem tempo para ver televisao. Já com a juventude foi diferente, nos 1 dia e meio que montei a urna consegui 10 filhas de assinatura. A grande maioria votava os 4 nao. Aqueles que tinham dúvidas era só um pouco de papo que se convenciam logo. Algo se passa com a juventude….

TalesPSTU: alguns setores do movimento mais ligados a ultra-esquerda(PCO,LBI ETC)tiveram uma politica de boicotar o plebiscito,afirmando que o mesmo era uma fachada para desviar o debate da estatização,qual a importancia do plebiscito para as massas?

ZEMARIA: Verdade Mauricio, está havendo um bom momento de retomada das lutas na juventude e isso tem reflexo na consciencia. Mas a receptividade também foi boa nos demais setores onde houve o mínimo de debate anterior ao plebiscito. Principalmente em relação à previdencia e tarifa de energia

ZEMARIA: Estes setore, Tales, preocupam-se essencialmente em declamar as “suas verdades” sem nehuma preocupação com o diálogo com as massas, em convencê-las das nossas idéias, em colocá-las em movimento contra o capital. Por isso são contra atividades como essa. o problema é que sem as massas não somos capazes de fazer mal nehum ao capitalismo…

fred: o mauriciodf, tava observando como a abordagem das pessoas influencia, colhi votos na porta dum prevestibular em BH, das pessoas q passavam na rua o unico jeito de consiguir seus votos era pergutando, “ei ei, vc , vc vai deixar eles venderem o Brasil???”

Elbe: ola ze maria, saudacao desde rosario argentina!!!!!!

Serginho.JPSTU-DF: complementando ai o maurição, eu tambem sou da UnB, estudante lá, fizemos de segunda a quinta o plebiscito, nos jogamos e conseguimos muitos votos, só no primeiro dia cerca de 500. o DCE-UnB que é do governo, abriu uma urna mas ninguem ficou nela, deixou lah pra que quem quisesse pegar a cedula e colocar na urna que colocasse, em explicação nenhuma, acho que tambem ouve um boicote consciente dos governistas ao plebiscito

ZEMARIA: Isso mesmo Fred, na medida em que são confrontadas com os problemas a tendencia é a uma boa reação das pessoas. O plebiscito foi também importante por isso, porque ajudou a levar a discussão para as pessoas, sobre problemas como a privatização, a refroma da previdencia, a dívida pública, etc…

Anon2: a mídia não chegou nem a citar o plebiscito?

mauriciodf: Pergunta para o Ze. Ze a mesma unidade que exitiu no plebiscito vai exitir na marcha do dia 24? Se existir vai ser muito bom…

ZEMARIA: Olá Ebe, tudo bem com voce. Um saludo aos companheiros de Rosário

ZEMARIA: Oi Anon2, a mídia, como sempre, para defender os interesses dos seus proprietários, vai tentar esconder a luta e a resistencia dos trabalhadores como froma de tirar-lhe força. Temos que enfrentar isso e, com o crescimento da luta, romper estas barreiras

Gabrielcostarica: oi pessoal……..toh falando da costa rica!!!! acompanhei toda a campanha do plebiscito e fiquei muito feliz com os resultados, foi uma mostra importante que é setor grande da populacao tah contra as privatizacoes………….pode ter repercussao internacional esse debate, ainda mais com a conjuntura que vivemos na america latina!!! parabens a todos os lutadores brasileiros!!!

Anon2: Obrigado,Zé.Qual é o balanço geral do Plebiscito,por favor?Q papel ele cumpre no momento atual?

Serginho.JPSTU-DF: gabriel meu velho!!! que saudade!!! quando volta pro brasil? alias, vc volta pro brasil?

ZEMARIA: Olha Maurício, estamos trabalhando para manter a mesma unidade, mas não está fácil. O MST está vacilando, pois um ato em Brasília, com uma forte presença da Conlutas (devemos ser a maior força desta marcha), vai ser contra o governo. E eles não romperam com o governo. O mesmo pode ocorrer com um setor da igreja. Vamos ver. Até agora estão firmes na marcha, alem da conlutas, a Intrersindical, a pastoral operária, e a COBAP, dos aposentados

ZEMARIA: Achamos que o balanço geral do plebiscito é positivo, Serginho. Dá uma força importante para a continuidade da luta contra a refroma da previdencia – ele ajudou a massificar a discussão sobre o tema, e também temas como as privatizações e sobre a dívida interna e externa. Isso cria massa crítica, que vai ser base para as manifestações que teremos que fazer a aprtir de agora

Serginho.JPSTU-DF: existe desigualdade no mst? me parece que em alguns estados estão mais avançados que em outros, isso é verdade?

Elbe: beleza, acompanhando o proceso brasileiro nessa nova etapa…zè qual foi a importancia da conlutas no plebicito e nessa nova etapa na luta de clase no brasil(na argentina ainda se debate se foi correto ou nao a saida da cut e ao construcao de uma outra organizacao)

mauriciodf: Pessoal, eu penso que nao podemos jogar fora toda a energia que catalizamos no plebiscito. Acho que devemos ter uma politica ousada para levar na marcha os setores que participaram. Posso ser muito otimista, mas acho que se chamarmos os setores que votaram eles podem ir. É importante mostrar que a luta continua…

ZEMARIA: A direção do MST ainda está vinculada ao governo, mas há muita crise na base. Isso lçeva a que eles tenham posições contraditórias. Mas é uma organização muito centralizada. O que sim precisamos fazer é chamar a que se integrem na organização da Marcha em cada estado, disputando a base deles para que venham consoco à Brasília…

fred: dai Zé . “a vale é nossa!!!”, dia 24 de outubro tem uma marcha pra brasilia certo ?alem do ato em brasilia vai ter algum ato frente aos simbolos e patrimonios da vale, pra pressionar mais ainda ? na verdade minha vontade era de entra la com povão e toma e não espera uma resposta do nosso governinho cretino

Jecine: Olá Zé! Na tua avaliação qual foi a maior conquista com o plebiscito e o grito dos excluídos no atual contexto?

ZEMARIA: A Conlutas, Elbe, além de ter sido uma força fundamental para garantir que o plebiscito saísse com as quatro perguntas (a CUT queria retirar todas as perguntas que afetavam o governo ), deve ter recolhido mais de 1 milhão de votos….

ZEMARIA: Ainda estamos discutindo o formato da manifestação em Brasília, Fred, mas vão acontecer várias atividades, sim. Algumas organizadas pelos movimentos populares, os estudantes também estão pensando em atividades próprias…vamos ver

Gabrielcostarica: zé!! e o encontro latinoamericano convocado pela conlutas, COB e Baty Ouvriere segue firme e forte!!! {e perceptivel até aqui na america central o impacto que pode causar sobre a vanguarda latinoamericana e como pode ser uma alavanca para as lutas no continente!!

ZEMARIA: Oi Jecine, a maior conquista com o plebiscito e as manifestações do Grito, foram justamente ampliar a discussão e a denuncia de temas como a reforma da previdencia, das privatizações. E do papel do governo lula nestas questões. Isso fortalece a luta que temos pela frente, facilita a construção das futuras mobilizações

ZEMARIA: Oi Gabriel, creio que vai ser um Encontro muito importante, histórico mesmo. A convocatória sai nos próximos dias, mas já há muita gente fazendo contatos, interessada em participar. Vai ser um Encontro grane e, para quem não sabe, vai acontecer junto ao Cobgresso nacional da Conlutas, no início de julho de 2008

Jecine: Como você viu essa ardua construção de unidade nacional de forças de esquerda que estavam espalhadas ou envolvidas com o governo Lula? Sai algo de novo dessa expereicnia?

Elbe: ze, voce acha que a experiencia do plebicito fez avancar o dialogo com o movimento de massas e com setores que ainda vacilam em fazer uma oposicao de esquerda ao governo lula?

Anon2: Além da Conlutas,há organizações chamando o ato do dia 24?O MST irá boicotar?Bom,mesmo se boicotar,a base sempre vai,né?

ZEMARIA: Acho que já obtivemos um saldo político importante Jecine, com p deslocamento realizado por algumas destas forças, distanciando-se um pouco do governo e refroçando o processo de mobilização. Mas este deslocamento destas forças (MST, setores da igreja) ainda é incompleto. Não roimperam com o governo, e é isso que gera a crise agora, quando se trata de fazer uma manifestação em Brasília, que vai questionar claramente o governo lula. precisamos seguir pressionando pela unidade para lutar, e ver como as coisas vão se desdobrando.

Anon2: Se a Conlutas será a provável maior força no ato,o mesmo não periga em ser pouco visível?Ou a influência da Conlutas já possue um espaço,em aspectos,pelo menos,determinante?

Tadeu: mudando um pouco de assunto,como vai o debate com os companheiros com a Intersindical?

ZEMARIA: Oi Elebe, com o movimento de massas o plebisicto ajudou sim. Para a evolução dos setores que ainda estão ligados ao governo a situação é mais contraditório. Por um lado, processos como este fazem aumentar a pressão da base deles pela ruptura, mas as direções não fundcionam só com este critério. Pprecisamos continuar neste mesmo sentido, tomando um cuidado fundamental: a busca da unidade com estes setores não podem nos paralisar. No momento que els não quiserem avançar mais, nós avançaremos sem eles, tentando levar todos que pudermos consoco…

ZEMARIA: Oi Annos, acho que podermeos fazer uma manifestçaõ muito boa em Brasília, maior do que a que fizemos em 2004 e 2005. Vam,os forçar a mídia a dar visibilidade sim…

ZEMARIA: O diálogo com a Intersindical ainda está muito bloqueado, Tadeu, pois os dirigentes deles não querem caminhar para uma unidade no sentido de construirmos uma única organização. Estamos cobrando isso deles, mas precisamos ser mais ousados em levar esta discussão para as bases deles…

Felipe: fala Zé Maria, blz? ae, queria saber mais sobre a unidade intersindical-conlutas; QUal obstaculo? a forma de organização? o programa? porque o dialogo está congelado?

Jecine: Zé, a Conlutas tem ganhado visibilidade com as ações que tem realizado junto a classe e na busca da unidade de esquerda. Quais as perspectivas que vc vislumbra? Como esta a relação com a turma da Assembléia Popular?

Abel: Ola Zé, tudo bem? Ajudei a organizar o plebiscito em São Paulo, no meu bairro. Foi bem legal. Fiquei sabendo que o MST em alguns estados fez o plebiscito somente com uma pergunta (a da reestatização da Vale) e deixou de fora as perguntas sobre o dívida externa e a reforma da previdência. Qual sua opinião sobre isso?

Portaldopstu: Oi, Felipe! Casualmente o Zé tinha acabado de responder essa pergunta. Dá uma olhadinha no post acima.

Elbe: ze, voce acha que houve um retrocesso da relacao com esses setores(indecisos) en relacao ao encontro nacional realizado no comeco do ano?

ZEMARIA: Oi Jecine, as relações com a Assembléia Popular tem sido boas até aqui, para a construção da unidade de ação. Mas há muita diversidade política entre as organizações que participam da Assembléia. Não se pode pensar em construir uma organização conjunta aí…

Zeandradepirapora: Zé, em sua opinião, qual deve ser a palavra de ordem central da marcha? Como fica hierarquizada a questão da corrupção no caso Renan para desgastar o regime? Por último, não seria uma tática incorporar a luta contra a Transposição para buscar uma unidade com a CPT Nacional e o setor que é contra ao projeto? Grande abraço… Zé de Pirapora, MG

ZEMARIA: Em alguns estados houve mesmo problema com o MST e as perguntas. Refletem a crise a que eu me referi antes, a relação que se mantem com o governo. Obviamente trata-se de um erro importante onde isso aconteceu

ZEMARIA: Oi Ebe, os setores que participaram do Encontro Nacional de Março seguem firmes na construção da Marcha. Os problemas que exustem são com o MST, Consulta popular e algus setores da igreja. Estes não participaram do Encontro, paenas mandaram representantes a convite da organização do Encontro. Desde então estamos lutando para levá-los a romper com o governo e somarem-se efetivamente à construção da mobilização, mas até agora este processo está inconcluso..

mauriciodf: Mauricio – DF. Tenho que desligar o computador…….

serginho.JPSTU-DF: abraço maurição!

Tadeu: O PCdoB saiu da CUT, mas continua defendendo o governo. Qual sua opinião?

ZEMARIA: Oi Zé, como anda esta Pirapora velha de guerra? Acho que a bandeira central da marcha deve ser contra a refroma da previdencia, e vamos incorporar sim a bandeira da luta contr a transposição, é importante. Da mesma forma vamos denunciar a corrupção e o senado, fazendo inclusive a ligação entre as dus coisas: como é que este senado, que absolve renan, quer votar o fim da nossa aposentadoria…

Portaldopstu: pessoal, temos apenas mais 10 min

Abel: Zé, vc acha possível construir uma nova central junto com o PCdoB e a Intersindical?

Anon2: O P-sol teve papel no plebiscito e pretende chamar o ato dia 24?

Jecine: Zé, e o congresso do PT? Por que essa insistencia em discutir socialismo petista? Estariam sentindo o desgaste com os movimentos?

ZEMARIA: Oi tadeu, o movimento feito pelo PCdoB em essencia é para a direita. Corresponde ao acordo que fizeram, do “bloquinho” com o PSB, PDT, etc, para disputar as eleições e tentar eleger mais deputados, prefeitos, etc. Hoje este partido depende disso para viver. Por isso a rutura deles não faz parte de uma reorganização pela esquerda. Outra razão é que querem pegar o dinheiro do imposto sindical…

ZEMARIA: Olha Abel, não há possibilidade de construyirmos uma central junto com o PCdoB sem que eles rompam com o governo. A central que eles vão construir é para a poiar o governo, uma CUT menrozinha. Não é o nosso projeto, pelo contrário. Com a Intersindical sim, porque romperam com o governo…

fred: minha grande pergunta é como unir a esquerda, esfarelada por ideais diferentes, q fica apunhalando um aos outros com suas divergencias, deveria ter uma reunião anual sempre, para um plano em comum para direcionar melhor as lutas… unh , naum sei se existe isso ja, não tenho representação politica por isso, é feio ver essa rincha toda … qual o plano pra isso mudar ? deve mudar ?

ZEMARIA: Olha Jecine, a discussão sobre socialismo dentro do PT responde mais à necessidade dos setores que se dizem de esquerda, minoritários, que continuam no PT, por interesses eleitorais evidentemente. Eles precisam dar alguma satisfação para suas bases. O desgaste junto aos movimentos sociais não preocupa a direção do PT, eles há muito vem operando uma mudança de sua base de sustentação parlamentar e hoje buscam votos da mesma forma e com os mesmos instrumentos que a direita sempre fez…

Jecine: Essa pergunta de Fred é importante. Isso é muito sentido nas bases…

Portaldopstu: temos 5 minutos. Aproveitem para fazer as últimas perguntas ao Zé e comentários finais.

Anon2: Po,Fred,a esquerda está se unindo,quem NÃO É DE ESQUERDA PERMANECE COM O GOVERNO DE DIREITA,LULA

Anon2: muito obrigado Zé,E PARABÉNS PELO PLEBISCITO E PELA MARCHA!!!VIVA!

fred: sim sim parabens PSTU

ZEMARIA: Olha Fred, nosso esforço nos últimos quatro anos tem sido justamente este: unir a esquerda que quer lutar, que quer fazer avançar a luta dos trabalhadores. Não tem sido fácil e, num sentido, é normal que as cvoisas sejam difíceis. Além da crise e da confusão causada pela traição de Lula e do PT, tem as defromações na própria esquerda, que muitas vezes se move também por interesses de aparato. Vamos seguir lutando, meu amigo

Elbe: ze, entao a proxima grande luta è a marcha a brasilia em outrubro. Voce acha que serà um importante avanco do processo de recomposicao? e por outro lado quero felicitalo pelo libro sobre sindicalismo e da importancia que tem esse espaco (chat) pra sociabilizar as discussoes e os fatos. abracos, elbe , argentina rosario!

Jecine: Valeu Zé pelas palavras de incentivo! A luta continua! Parabéns Pstu!

ZEMARIA: Obrigado Elbe, e acho que o avanço da luta e das mobilizações vai fazer avançar sim o processo de reorganização també. Estamos trabalhando para isso.

ZEMARIA: Valeu pessoal. Grande abraço a todos

Portaldopstu: Pessoal, infelizmente o nosso tempo acabou. Mas vocês podem acessar www.pstu.org.br e visitar o nosso especial sobre o Plebiscito, com notícias e artigos. Além disso, temos diversos textos sobre os temas do Plebiscito, especialmente sobre a reforma da Previdência. O Opinião Socialista desta semana também vai continuar acompanhando a apuração.

Portaldopstu: Boa noite, Zé, e obrigada por aceitar participar do bate-papo!

Portaldopstu: Um abraço a [email protected] e obrigada por terem participado dessa conversa! Até o próximo chat!