Greve em santa Catarina se radicaliza

A greve dos trabalhadores da educação de Santa Catarina já dura um mês. No dia 10 o movimento realizou atos de rua pelo estado, fechando as secretarias de educação. Na capital, o ato teve a presença de 1.500 trabalhadores de São José, Laguna, Tubarão e Itajaí.

Com muita disposição, os trabalhadores caminharam sob chuva até o Centro Administrativo do Estado e fecharam as duas pistas da rodovia SC-401, provocando engarrafamento de mais de 50 km. O governador Luís Henrique (PMDB) ficou ainda mais desmoralizado.

Os trabalhadores querem incorporação dos dois últimos abonos, eleição direta para diretores, plano de saúde, nenhuma demissão ou terceirização.

Na primeira negociação, o governo apresentou proposta de um abono de R$ 100 em sete vezes, uma este ano e as demais parcelas em 2007. A categoria disse sete vezes não.
Para esvaziar a greve, o governo divulgou que o abono sairia ainda esse ano, em três parcelas. Diante do comando de greve, desmentiu a proposta.

A tentativa de golpe do governo quanto ao plano de carreira aumentou a revolta. A tabela apresentada incorpora o abono de forma linear – um ataque a uma conquista histórica.

Em assembléia no dia 18, a categoria recusou o golpe e votou pela continuidade da greve. O movimento seguiu em passeata até a Secretaria de Estado da Educação e cercou o prédio por mais de seis horas.

A manifestação foi transmitida por todos os canais de TV, ao vivo. Os professores exigiam uma audiência com o governador, que recusou. Os grevistas só se retiraram quando a polícia conseguiu uma liminar.

O governo se esforça para declarar a ilegalidade da greve. Através da Procuradoria Geral do Estado, encaminhou ao sindicato uma ação contra cárcere privado e promete descontar os dias parados.

Também estão em greve desde 18 os servidores municipais de Palhoça e, no dia 23, os servidores municipais de Florianópolis devem parar.

Para Gilmar Salgado, dirigente da CONLUTAS/SC, o momento é de unificar as lutas de todos os trabalhadores em greve e convocar um ato conjunto. O PSTU está contribuindo diretamente na organização da greve.
Post author Joaninha de Oliveira, de Santa Catarina
Publication Date