GM e metalúrgicos de São José dos Campos e São Caetano reúnem-se hoje

Rodada de negociação é preparatória para a audiência de conciliaçãoOs Sindicatos dos Metalúrgicos de São José dos Campos e São Caetano realizam uma negociação conjunta, sobre a campanha Salarial, com a General Motors nesta quinta-feira, dia 17, às 15h, em São Paulo.

Hoje, os trabalhadores da GM de São José dos Campos voltaram ao trabalho, após uma nova parada de 24 horas, na quarta-feira. Eles aguardarão o resultado da reunião entre o Sindicato e a empresa para decidir sobre o andamento das mobilizações. Se não houver acordo satisfatório, amanhã uma nova assembleia poderá determinar o início de greve por tempo indeterminado.

Desde o dia 10 de setembro, os metalúrgicos da GM de São José dos Campos já realizaram três paralisações de 24 horas. Na última terça-feira, uma audiência de conciliação, no Tribunal Regional do Trabalho – 15ª. Região, terminou em impasse, já que a montadora se recusou a aumentar sua proposta de reajuste salarial.

A reunião de hoje será uma antecipação da segunda audiência de conciliação, marcada para a próxima sexta-feira, dia 18, às 14h, no TRT, em Campinas.

Reivindicações
O Sindicato reivindica 14,65% de reajuste salarial, sendo 8,53% de aumento real. Até agora, a montadora insiste em manter 2% de aumento real e abono de R$ 1.500,00. Essa mesma proposta também foi rejeitada pelos trabalhadores da GM de São Caetano.

“As assembleias que estamos realizando com os trabalhadores refletem a total insatisfação da categoria diante da intransigência da GM. Esperamos que nesta nova reunião a empresa deixe de lado essa postura arrogante e avance nas negociações”, afirma o presidente do Sindicato, Vivaldo Moreira Araújo.

Em outras regiões, como Campinas (SP) e Grande Curitiba (PR), metalúrgicos conseguiram arrancar aumentos reais superiores aos oferecidos pela GM. “As greves e conquistas desses trabalhadores enterraram, definitivamente, qualquer possibilidade de aprovação da proposta pífia apresentada pela montadora”, afirma o diretor do Sindicato de São José dos Campos Luiz Carlos Prates, o Mancha.

A reunião entre a GM e os sindicatos acontecerá no Hotel Tryp Tatuapé, à Rua Serra da Juréia, 351, no Tatuapé, em São Paulo.