Estudantes fazem ato em frente ao MEC

Após a marcha que percorreu a Esplanada dos Ministérios, neste momento, cerca de 300 alunos fazem um protesto em frente ao Ministério da Educação (MEC). Eles exigem mais verbas para a educação, com a aplicação imediata dos 10% do PIB para a pasta. Também exigem o atendimento das reivindicações dos funcionários técnico-administrativos, em greve em várias universidades, e dos professores. Entre os estudantes, há forte representação da UFPR, onde os três segmentos estão em greve e de onde vieram três ônibus para Brasília.

Neste momento, o grupo aguarda em frente ao ministério, enquanto uma comissão está reunida com representantes do ministro Fernando Haddad. A comissão recebida é formada por membros da ANEL, do comando de greve da UFPR, dos DCEs da UFRJ e UFRRJ e pelo grêmio estudantil do Instituto Federal da Bahia (IFBA).

Mais cedo, os jovens fizeram um mosaico humano no gramado do Congresso Nacional. Diversos discursos e palavras de ordem lembraram ainda a greve geral que acontece hoje no Chile, país cuja luta estudantil já dura dois meses e vem conquistando apoio da população.

Além da marcha, os estudantes e professores que estão em Brasília reúnem-se na parte da tarde, para uma plenária da campanha pelos 10%. Eles discutem os próximos passos da campanha, como atos e a realização de um plebiscito nacional sobre o tema. A plenária começa às 15h.

VEJA O VÍDEO