E o governo diz que não tem dinheiro …


    Governo deixará de arrecadar bilhões em isenções de impostos aos patrões

    O Governo Federal deixará de cobrar dos patrões R$ 458 bilhões em impostos até o final do seu mandato. A previsão é da própria Receita Federal. Só em 2014, ano da segunda campanha eleitoral de Dilma e, portanto, de buscar o patrocínio do empresariado para se reeleger, foram R$ 100 bilhões que deixaram de entrar nos cofres públicos. Dinheiro este que poderia ser investido em saúde, educação, moradia, estabilidade no emprego. 

    Enquanto os trabalhadores pagam com retirada de direitos, com seus empregos e serviços públicos cada vez mais precários por conta dos cortes de verbas, os patrões são privilegiados pelo governo com isenções de impostos. Esta é política do Governo Dilma para a crise econômica, tirar dos trabalhadores e do povo pobre para continuar sustentando as regalias dos patrões e banqueiros, os seus financiadores de campanha e aliados. 

    O PSTU defende que o ajuste fiscal seja feito nos ricos e poderosos, nos patrões e banqueiros. Que eles parem de lucrar a custa do sofrimento do povo! 

     

    Acompanhe o Zé Maria no facebook 

     

     

    Post author