Dois atos em Natal

Em Natal (RN), o PSTU participou ativamente da coordenação que organizou as atividades do 8 de março, com representantes do PT, do PCdoB, da CUT, do MST, do Fórum Estadual e da Marcha Mundial de Mulheres. Contudo, no dia 8, o partido foi impedido de participar.

A atitude autoritária foi devido à participação do PSTU em uma panfletagem na fábrica Alpagartas. O panfleto, da Coordenação Estadual de Lutas (Celutas), trazia fotos dos parlamentares que votaram pela reforma da Previdência, entre eles, a deputada federal Fátima Bezerra (PT), candidata à Prefeitura.

No dia seguinte, “inconformadas” com a divulgação da mais pura verdade, as demais organizadoras do ato se deram ao absurdo trabalho de apagar — com corretor de texto — a sigla do PSTU em todos os panfletos do dia 8 e mandaram ofícios para as entidades informando que o PSTU havia sido oficialmente expulso das atividades.

O partido não se curvou e, com companheiras do Sindicato da Saúde e do Celutas, organizou uma passeata, denunciando o governo e os métodos usados para tentar calar os que se rebelam. Quanto ao ato governista, houve festa e shows, e nenhuma política.

Post author Rosária Fernandes,
de Natal (RN)
Publication Date