Dia 5 de dezembro é dia nacional de mobilização convocado pela CSP-Conlutas, em defesa dos direitos, contra os ataques do governo e o genocídio da juventude negra

Após aprovar a reforma da Previdência, o governo Bolsonaro aumentou sua investida contra os direitos sociais e trabalhistas, com um pacotão no Congresso Nacional para acabar com o que resta de direitos sociais e trabalhistas. O plano de Bolsonaro e do ministro da Economia, Paulo Guedes, é fazer no Brasil o mesmo que a ditadura Pinochet fez no Chile: acabar com os direitos, privatizar tudo e jogar a população na pobreza e miséria em favor dos lucros dos grandes empresários, banqueiros e latifundiários.

Cada dia que passa é um novo ataque. Até mesmo os trabalhadores com deficiência estão sendo alvo desse governo. Assim como os povos indígenas, quilombolas, e a juventude negra, que sofrem com o genocídio negro e indígena incentivado diretamente por Bolsonaro e implementado pelas polícias militares de governos como o de Witzel no Rio ou o de João Dória em São Paulo. Enquanto a população das periferias chora os mortos pela polícia, o governo quer aprovar o “excludente de ilicitude” que dá carta branca para a PM matar mais ainda, e permanecer impune.

Os governos estaduais aplicam essa mesma política contra os trabalhadores e a população pobre. Ajuste fiscal, atraso nos salários dos servidores e reforma da Previdência são algumas das medidas que os governadores reproduzem.

Até quando vamos assistir o governo tirando, um a um, nossos direitos, e nossa juventude ser morta, enquanto o desemprego só cresce, a pobreza e miséria se alastram a olhos vistos e a carne vira artigo de luxo? É hora de dar basta!

Nesse dia 5 de dezembro, quinta-feira, a CSP-Conlutas está convocando um dia nacional de lutas em defesa dos direitos, contra os ataques do governo Bolsonaro e o genocídio da juventude negra. Veja abaixo as mobilizações já marcadas e compareça:

SÃO PAULO
São José dos Campos e Jacareí: Desde a madrugada, haverá assembleias nas fábricas metalúrgicas e da indústria química. Às 9 horas, ato na Praça Afonso Pena, no centro de SJCampos. Às 14h30 saída da caravana rumo aoo ato em São Paulo, na Avenida Paulista.

São Paulo: às 17h, concentração na Praça do Ciclista e caminhada até o Vão Livre do MASP

RIO DE JANEIRO
Na capital carioca, às 12h, ato e panfletagem no Largo do Carioca

MINAS GERAIS
Juiz de Fora: panfletagem da CSPCONLUTAS as 6:20 na porta da Imbel e as 12:30 na porta do Instituto Estadual de educação

Várzea da Palma: panfletagem e assembleia na portaria da Sada Siderurgia, Rima e ROTAVI

Pirapora: panfletagem e assembleia nas metalúrgicas Minasligas, Inonibras e Liasa. Assembleia e panfletagem também nas empresas têxteis Santo Antônio, Cedronorte, Pirapora Têxtil e Real Minas.

Itaúna e Divinópolis: assembleia e panfletagem em fábricas metalúrgicas

Betim: panfletagem do Sindserv

Belo Horizonte: assembleia e panfletagem em gráficas de BH, frigoríficos e hospitais pelo Sindees. Ato e panfletagem na frente da Superintendência Regional do Trabalho de BH pelo Sintsprev.

Ato na Praça Sete, às 16 horas.

RIO GRANDE DO NORTE
Em Natal, às 9h, acampamento em frente à Prefeitura pelos servidores da saúde em greve. À tarde, ato no calçadão João Pessoa

MARANHÃO
Panfletagem na Rua Grande (Centro do Comércio em São Luís), às 16h. Plenária aberta das Centrais para organizar o enfrentamento à Reforma da Previdência do Governo Flávio Dino, no Sindicato dos Bancários, às 18h.

PARÁ
Em Belém, setor Educação em greve desde o dia 4/12 e no dia 5, ato no Mercado de São Brás, às 18h. Pela manhã, mobilização nos canteiros de obras com operários da construção civil

PIAUÍ
Em Teresina, às 7h, ato em frente à superintendência Regional do Trabalho, na av. Frei Serafim

SANTA CATARINA
Em Criciúma, às 18h, panfletagem no Terminal Central

CEARÁ
Panfletagens e mobilizações nos canteiros de obras de Fortaleza desde o início da manhã

PERNAMBUCO
Panfletagem e protesto contra a reforma da Previdência do governo Paulo Câmara, na Estação Recife do Metrô, às 17 horas

BAHIA
Em Salvador, haverá agitação nos órgãos ligados ao Sindjufe (TRT, TRE e Justiça Federal)

FENASPS
A Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social realizará ações em suas bases nos Estados do PR, ES, RJ, MG, DF, BA, SE, PI, RN, CE e PA, além de manifestações unificadas no MS e GO.

Com informações da CSP-Conlutas