Comando Nacional de Greve faz primeira reunião, em Brasília

Dando seguimento às resoluções da Plenária Nacional de Niterói (RJ), foi instaurado, em 22 de outubro, em Brasília, o Comando Nacional de Greve e Mobilização (CNGM), do qual participam estudantes de universidades e escolas federais em greve ou em processo de mobilização de todo o país.

O objetivo do comando é coordenar nacionalmente o movimento estudantil grevista, organizar atividades e expandir a greve para outras universidades e escolas.

Calendário
Em sua primeira reunião, o CNGM deliberou por orientar a realização de atos nos estados no dia 26 de outubro, como parte de um calendário de mobilização, além de atividades em Brasília esta semana. Outra deliberação do Comando foi com relação ao Enade, o Exame Nacional de Desempenho, que ocorrerá no dia 6 de novembro e será aplicado nos cursos das áreas de Humanas e Exatas. O Comando resolveu se integrar à luta pelo boicote e produzir um adesivo nacional para trabalhar com os estudantes no dia da prova.

O clima geral na primeira reunião do comando era de animação. Várias universidades enviarão seus representantes esta semana: aos estudantes da Universidade de Brasília, das federais Fluminense e de Santa Catarina, se juntarão representantes da Federal do Rio de Janeiro, de Minas Gerais, de Juiz de Fora, além da Cefet-SP. Outras universidades e escolas também vão escolher seus representantes nos próximos dias e enviá-los a Brasília.

Comando da traição
O CNGM discutiu também o papel nefasto cumprido pela UNE. Na tentativa de trair os estudantes, a UNE formou um falso Comando. O objetivo dos caras-de-pau é sentar com o governo e negociar o fim da greve. Nesse sentido, a reunião em Brasília foi categórica: “A UNE não fala e não negocia em nome dos estudantes!” A traição é tão clara que até os estudantes do P-SOL, presentes na reunião e que ainda estão na UNE, concordaram com essa avaliação.

Se antes alguém ainda tinha dúvidas, a greve demonstrou de forma cabal a necessidade de romper com a UNE e construir uma alternativa de direção para o movimento estudantil.

Post author
Publication Date