Ato Show “Fora Yeda, impeachment já!” reúne milhares de pessoas

A tarde de sol e calor do domingo, 4 de outubro, levou uma multidão – que se deslocou de todos os pontos do Estado – ao Parque Marinha do Brasil, em Porto Alegre (RS), para prestigiar o Ato Show “Fora Yeda – Impeachment já!”, organizado pelo Fórum dos Servidores Públicos Estaduais (FSPE). As apresentações foram intercaladas com críticas à governadora Yeda Crusius (PSDB), indiciada pelo Ministério Público como ré no maior escândalo de corrupção já descoberto no Rio Grande do Sul: o desvio de mais de R$ 44 milhões do Detran.

Na primeira metade do ato show, o palco recebeu Família Sarará, Mariposas, Pedro Munhoz, Lollypops e Leonardo. Ao entardecer, foi a vez de Nelson Coelho de Castro, Nei Lisboa, Nancy Araújo, Eduardo Solari, Bandinha Di Dá Dó, Sombrero Luminoso e Sargento Malagueta, os quais, juntamente com o expressivo público prestaram homenagem à Mercedes Sosa, ícone da música argentina, sempre preocupada com as questões sociais, falecida no domingo.

Os artistas participaram do ato gratuitamente, em apoio à causa contra a corrupção, o que demonstra o desejo da sociedade em esclarecer todas as irregularidades que envolvem o governo do Estado. Durante toda a tarde, foram disponibilizadas urnas para que a população participasse da campanha, lançada na última semana, “Julgamento da governadora – Culpada ou inocente”, na qual o povo decidirá, através de voto secreto, se Yeda é culpada ou inocente nas acusações feitas, primeiramente pelo FSPE, após pelo Ministério Público e CPI que tramita na Assembleia Legislativa. A votação se estenderá, em todo o Estado, até a próxima quarta-feira, dia 7, em urnas ou pelo site www.opovodecide.com.br, criado especialmente para o julgamento.

Pesquisa realizada pelo Ibope, encomendada pelo Grupo RBS, mostra que a maioria dos gaúchos (62%) aprova o impeachment de Yeda, contra apenas 22% que se dizem contrários. Sobre o envolvimento da governadora no desvio de recursos do Detran, 29% entendem como verdadeiro e 39% ser mais verdadeiro que falso. Enquanto isso, o governo estadual é reprovado por 64% dos gaúchos, e o desempenho pessoal de Yeda é ainda pior: 74%. O desempenho dela é desaprovado por 79% dos porto-alegrenses e por 81% dos moradores dos municípios da região metropolitana. No interior, a reprovação é de 70%.