Amanda Gurgel percorre o país em apoio às mobilizações dos professores

Professora do Rio Grande do Norte visita Fortaleza, Rio de Janeiro, Florianópolis e Belo Horizonte para debater a educação, fortalecer as greves e impulsionar a campanha dos 10% do PIB já para educação

A visibilidade que o tema da educação ganhou após a massiva exibição da fala da professora Amanda Gurgel, durante uma audiência pública na Assembléia Legislativa no Rio Grande do Norte, rendeu convites para entrevistas e debates com a professora.
“Tamanha exposição na mídia local e nacional, para mim, não faria sentido se não fosse o objetivo fortalecer a luta em defesa da classe trabalhadora”, afirma a professora. Amanda avalia que a importância da repercussão está na possibilidade concreta de contribuir junto com a CSP-Conlutas na articulação de um movimento unificado em defesa da educação pública e em da campanha dos 10% do PIB já para educação. “Tenho recebido convites de sindicatos e outras organizações do país inteiro e atenderei aos que puder desde que esteja clara a possibilidade de uma intervenção na mobilização e organização dos trabalhadores”, diz.

Jornada em defesa da educação
A professora iniciou a sua agenda no dia 25 de maio em Fortaleza, apoiando a greve dos professores municipais que ainda não iniciaram o ano letivo de 2011, devido ao não cumprimento do estatuto do magistério e da lei do piso. A professora Amanda ocupou, junto com os professores grevistas, a Câmara Municipal para barrar os ataques da prefeita Luizianne Linz (PT). A professora foi recebida com entusiasmo pelos professores, e chegou a discursar do alto da tribuna da Câmara.

Depois, no dia 28, Amanda Gurgel fez uma participação no Congresso do Sepe, o sindicato dos educadores do estado. Na sua fala, além de reforçar a campanha em defesa do investimento de 10% do PIB já para a educação, ressaltou a importância dos ativistas estarem atentos ao potencial de mobilização das redes sociais e, sobretudo a possibilidade de conciliação entre o modelo moderno – via web – e o modelo clássico – nas ruas – de mobilizar as massas.

Já no dia 30 de maio, Amanda foi a Florianópolis prestar solidariedade aos trabalhadores em greve. Ela participou de ato público que reuniu 2 mil professores e a sua intervenção acabou virando um debate em praça pública, no qual os cerca de mil professores compartilharam com a professora suas angústias, frustrações e questionamentos. “O custo de vida aqui é muito alto e eu nunca imaginaria que muitos deles ganham ainda menos do que ganhamos no Rio Grande do Norte. Mas me sinto muito orgulhosa por ver a mobilização que está sendo feita aqui. O governador deveria respeitar isso”, disse em entrevista a uma rádio. Amanda foi carregada pelos professores, que exibiram ainda cartazes escritos “obrigado Amanda”, em agradecimento ao apoio à mobilização no estado.

No dia seguinte, Amanda esteve em Belo Horizonte, onde iniciou seu dia na UFMG, em uma atividade organizada pela ANEL. O tema: o caos em que se encontra a educação em Minas Gerais e no Brasil. Foi mais uma ocasião em que os participantes compartilharam suas experiências e uma série de depoimentos como o de uma estudante de Letras, estagiária em escola da rede básica e filha de professora que disse que sua mãe “não consegue trabalhar só um turno para sobreviver, sempre trabalhou em casa nos finais de semana, ainda mais depois da implementação do boletim que a prefeitura utiliza como carro chefe de propaganda, e há 5 anos toma remédio para dormir”.

À tarde Amanda participou de assembléia do Sind-UTE que deflagrou estado de greve com previsão para dia 8 de junho. À noite, ainda realizou palestra na sede do Sind-REDE, em que mais uma vez se manifestou o sentimento de identidade das pessoas com os elementos levantados pela professora.

Nesses dias agitados, Amanda Gurgel pôde constatar que, de norte a sul do Brasil, se repete a situação de caos sofrida pela professora no Rio Grande do Norte. Fato que, provavelmente, impulsionou a repercussão do vídeo.

Amanda agora tem um Blog!
A professora Amanda Gurgel agora tem blog. Além de acompanhar a agenda e notícias da professora do Rio Grande do Norte, professores de todo o país poderão também gravar e enviar seus próprios vídeos, falando sobre a situação da educação em sua cidade e estado.

http://blogdaamanda.com.br/

Post author
Publication Date