Agnaldo Fernandes

Agnaldo Fernandes, 33 anos, servidor técnico-administrativo da UFRJ há 14 anos. Esteve a frente de todas as lutas dos trabalhadores da UFRJ no último período, sejam elas por condições de trabalho, melhorias salariais ou ainda nas constantes lutas pela democracia na universidade.

Foi um dos principais dirigentes, como Coordenador Geral da Fasubra, da vitoriosa greve, principal enfrentamento contra o governo FHC dos últimos anos e que arrancou vitórias importantes na defesa da Educação Pública.

O Estado brasileiro precisa garantir os direitos básicos da população, educação e saúde públicas e de qualidade. Por isso a defesa do não pagamento da dívida externa e a luta contra a implementação da Área de Livre Comércio das Américas – ALCA que visa entregar de vez o Brasil aos Estados Unidos.

“Peço seu voto para construir na Câmara Federal uma alternativa de luta contra a política que massacra a maioria da população brasileira. A suspensão do pagamento da dívida externa, a ruptura com o Fundo Monetário Internacional e lutar contra a ALCA são propostas mínimas que visam garantir uma vida melhor.

Os trabalhadores da cidade e do campo e a juventude brasileira devem manter a perspectiva de construção de uma nova sociedade, uma sociedade socialista. Nosso mandato estará a serviço deste projeto.“