Agnaldo Fernandes: “A luta vai continuar e crescer”

“O governo deixa claro suas intenções. Não vai alterar o orçamento para aumentar o reajuste dos servidores e vai entregar ao Congresso a proposta de reforma da Previdência.

Essa postura do governo e a força da paralisação do dia 8 de abril mostram que a Coordenação Nacional das Entidades do Serviço Público (CNESF) deve antecipar já a plenária nacional dos servidores para construir um calendário de mobilizações que aponte para a greve por tempo indeterminado, caso o governo não recue.”

Agnaldo Fernandes é diretor do Sintufrj
Post author
Publication Date