Visita mostrará os ataques e a resistência

O Comitê Árabe Palestino de Apoio à Intifada (CAPAI) está organizando uma visita de observadores para constatar as atrocidades cometidas por Israel contra o povo palestino.

De acordo com o CAPAI, de 28 de setembro de 2000 a 14 de abril de 2004, foram mortos 2.939 palestinos sob o horror de Israel; 40.415 palestinos ficaram sem teto por terem suas casas demolidas; 227.995 árvores foram destruídas e foram confiscados 84.815,5 hectares de terra. Atualmente, os palestinos vivem em apenas 22% da histórica Palestina, a maior parte de suas terras já foi confiscada por Israel, que avança em direção à destruição do povo palestino.

O PSTU apóia essa missão e acredita que é um trabalho relevante relatar aos trabalhadores e juventude brasileiros a experiência na Palestina Ocupada e divulgar a resistência existente.

LEIA ABAIXO A CARTA DO COMITÊ ÁRABE PALESTINO DE APOIO A INTIFADA (CAPAI)

“Aos Partidos, movimentos e Entidades

Nós do Comite Árabe Palestino de Apoio a Intifada – CAPAI; estamos organizando uma visita de observadores com interesse em : Direitos Humanos, Saúde, Educação e demais áreas. Para que constatem “in loco“ os efeitos devastadores da Ocupação israelense.

Por esse motivo solicitamos as entidades que se organizem e façam campanhas para enviarem militantes para testemunharem a realidade Palestina, numa viagem de 15 a 20 dias no mes de julho/2004. Cada entidade deverá pagar as despesas de seus militantes, que lá estarão em contato com Entidades Palestinas. Assim poderão na volta; relatar aos trabalhadores e estudantes brasileiros sua experiencia na Palestina Ocupada.

“A situação humanitária a alimentar nos Territórios Palestinos Ocupados é catastrófica!“. Declarou o encarregado especial da Comissão de Direitos Humanos das Nações Unidas (O.N.U.); sobre o Direito à alimentação. Ele afirma sem hesitar que o Direito é desrespeitado de forma grave e permanente pelas Forças de Ocupação israelenses.

No período que abrange 28 de setembro de 2000 a 14 de abril de 2004, o número total de Palestinos mortos foi de 2.939. As árvores destruídas por Israel: 227.995, os hectares de terras confiscadas: 84.815,5 , Palestinos que ficaram sem teto por terem suas casas demolidas: 40.415.

A lista das atrocidades cometidas pelo Governo israelense é extensa e a cada dia novos números são adicionados à tragédia Palestina.

Por isso, contamos com sua participação neste Projeto, e desde já agradecemos seu empenho e Solidariedade ao Povo Palestino.“

Contatos:
[email protected]
(19) 3465-2120

Post author
Publication Date