TRT apresenta proposta para GM de São José dos Campos

Acabou há pouco a audiência de conciliação entre o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e região e a General Motors no Tribunal Regional do Trabalho, em Campinas. O juiz apresentou uma proposta de reajuste de 8,3%, sendo 3,7% de aumento real, mais abono de R$ 1.950.

A proposta inclui, ainda, compensação de apenas metade dos dias parados e o retorno dos dois dirigentes afastados, Eliane dos Santos e Sebastião Ribeiro. A GM ainda não informou se é favorável à proposta acordo.

Os trabalhadores decidirão se aceitam em assembleia, nas entradas dos turnos de segunda-feira caso a empresa se pronuncie a favor.

Para Luís Carlos Prates, o Mancha, a proposta “é um avanço e é resultado da luta dos trabalhadores da GM, e são eles que vão decidir nas assembleias”.