Todo apoio e solidariedade à greve da Polícia Federal

Queremos, com esta nota, expressar nosso apoio aos policiais federais em greve. Nos dirigimos, ao expressar nossa solidariedade aos grevistas, aos seus sindicatos e à sua federação nacional. Mas nos dirigimos também a toda sociedade brasileira conclamando-a a apoiar decididamente esta luta.

Apoio a esta luta porque é justa, busca o atendimento de reivindicações legitimas destes trabalhadores. Apoio a esta luta porque trata-se de defender os serviços públicos que vem sendo sucateados, seja pela falta de investimentos, seja pelo desrespeito para com os trabalhadores deste setor.

Apoio a esta luta porque são inceitáveis os argumentos do governo para não atender as reivindicações dos policiais federais. A alegação de que não há recursos não resiste a uma análise, ainda que superficial, do Orçamento da União. Quase 60% dos recursos lá previstos estão direcionados para bancos como pagamento da chamada dívida pública. No ano passado o governo gastou 145 bilhões de reais só com juros dessa famigerada dívida, garantindo com isso os recordes de rentabilidade que vem sendo anunciados pelo sistema financeiro. E quando se trata de atender os trabalhadores não há recursos?

O que os trabalhadores do nosso país precisam é que o governo rompa com essa dependência, com essa submissão vergonhosa ao FMI, pare de remeter recursos para bancos e aplique estes recursos em políticas que assegurem melhoria das condições de vida do nosso povo. Assim haverá recursos para atender a reivindicação dos policiais federais, dos Auditores e dos técnicos da Receita Federal, dos trabalhadores no serviço público federal de todas as áreas, que também estão em campanha salarial. E ainda sobraria recursos para investimentos na geração de emprego, na moradia, na saúde, educação, etc.

São Paulo, 16 de março de 2004

Direção Nacional do PSTU