Solidariedade aos Educadores de MG e à diretoria do Sind UTE

    O governo do PSDB em Minas Gerais e seu candidato nas eleições (Pimenta da Veiga), com a cumplicidade do TRE (Tribunal regional Eleitoral) estão patrocinando mais um espetáculo de autoritarismo e de criminalização da luta dos trabalhadores. A coligação liderada pelo PSDB já encaminhou ao TRE mais de dez representações contra o Sind-Ute, alegando “propaganda eleitoral negativa”. Tentam impedir que o sindicato siga veiculando criticas ao governo estadual pela situação em que se encontram a educação e os educadores mineiros.

    Estão tentando calar o sindicato porque está denunciando o governo estadual porque este não paga o piso nacional dos professores, não investe na educação o mínimo determinado pela Constituição Federal e não oferece condições adequadas de trabalho (tem escola funcionando até em local onde funcionava um motel), sem falar na responsabilidade do governo estadual pela ameaça de demissão que paira sobre 90 mil professores neste momento.

    Não contentes com isso iniciaram, também no TRE, processos individuais contra as diretoras e diretores da entidade visando penalizar individualmente cada um deles com multas que podem chegar a mais de 200 mil reais. Os membros da diretoria do sindicato estão sendo proibidos de expressar qualquer crítica ao governo do estado. Trata-se de um verdadeiro absurdo para tentar calar a voz dos que protestam contra os desmandos e as mentiras destes governos.

    Queremos registrar aqui nosso apoio e solidariedade aos educadores mineiros e à diretoria do Sind-Ute. A luta pelo direito do sindicato e de sua diretoria a expressar suas opiniões por todos os meios à sua disposição é uma luta de todos nós trabalhadores brasileiros e das nossas organizações. Trata-se de um direito, e dele não podemos abrir mão. É preciso então que, neste momento, todos nos pronunciemos exigindo:
    -Fim imediato a todos os processos na justiça eleitoral que tentam calar o Sind-Ute!
    -Fim imediato de todos os processos em curso contra as(os) dirigentes da entidade!
    -Basta de criminalização das lutas e organizações dos trabalhadores!

    Lutar é um direito e não um crime!

    Post author