RN: PSTU lança pré-candidatura da professora Amanda Gurgel a vereadora em Natal

Amanda Gurgel será alternativa dos trabalhadores à Câmara de Natal em 2012
Raíza Rocha

Nesta terça-feira 15, numa plenária que reuniu a militância na sede do partido, o PSTU do Rio Grande do Norte definiu a professora Amanda Gurgel como pré-candidata à vereadora em Natal nas eleições de 2012. Após um amplo e democrático debate, o Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado avaliou que a jovem educadora, que calou deputados estaduais ao denunciar o caos do ensino público, é a melhor alternativa política para defender uma educação pública, gratuita e de qualidade na Câmara Municipal. "Queremos oferecer para os trabalhadores e a população pobre de Natal uma verdadeira alternativa socialista e revolucionária para a educação de nossa cidade, capaz de enfrentar o descaso que há décadas aflige nossas escolas em função dos ataques desses partidos tradicionais", disse a professora Amanda.

A plenária que definiu a pré-candidatura de Amanda Gurgel a vereadora também apontou o nome do veterano professor Dário Barbosa como pré-candidato do partido a Prefeitura de Natal. Com dois nomes de peso na educação indicados para a disputa eleitoral do ano que vem, o PSTU tem como objetivo apresentar um programa socialista de governo para a cidade e abrir um grande debate sobre a situação do ensino público. "Vamos mostrar para os trabalhadores que eles não precisam votar naqueles que já governaram a capital do nosso estado e deixaram um rastro de destruição em todas as áreas. Vamos disputar politicamente cada voto de cada trabalhador porque queremos ganhá-los para o projeto do nosso partido. Natal precisa estar nas mãos dos trabalhadores natalenses", destacou Dário.

Frente de Esquerda
A plenária do PSTU também deliberou que o partido irá procurar o PSOL e o PCB para retomar os debates sobre uma Frente de Esquerda nas eleições municipais de 2012. O objetivo é unificar os partidos que reivindicam o campo político da esquerda para apresentar um projeto socialista unitário para Natal, evitando uma fragmentação que só favoreceria as candidaturas das elites locais.

NA IMPRENSA