Rede Globo exclui Kátia Telles de debate em Pernambuco

Neste 26 de setembro, a rede Globo realizou debates com candidatos aos governos estaduais em todo o país. Entretanto, em Pernambuco, a candidata do PSTU pela Frente de Esquerda, Kátia Telles, não pôde participar, devido aos critérios adotados pela emissora.

O motivo alegado pela rede Globo para não convidar foi que o PSTU não tem representação no Congresso Nacional. Diante do impedimento de Kátia de expor suas idéias e debater com os outros candidatos, os ativistas do PSTU e da Frente de Esquerda realizaram um protesto em frente ao centro de convenções de Recife, local em que se realizou o debate, por volta das 21 horas do dia 26. Os ativistas e apoiadores da campanha também enviaram e-mails com reclamações à emissora, através do Fale Conosco do site www.globo.com.

Esse critério da rede Globo é muito questionável, pois hoje a maioria dos partidos que têm representação no Congresso têm seus parlamentares citados nas listas dos escândalos de corrupção, como os sanguessugas, o mensalão, etc.

Kátia é a única candidata ao governo do estado que é mulher e luta contra a exploração e a opressão dessa sociedade capitalista. Além disso, ela vem despontando em quinto lugar na maioria das pesquisas de opinião, passando à frente de vários partidos que têm representação no Congresso.

O critério de dar espaço apenas àqueles que tenham representação parlamentar é extremamente antidemocrático e apenas serve para garantir que os mesmos se perpetuem no poder. Tal falta de democracia contrasta em absoluto com o discurso da Globo, que logo após o término do debate ressaltava em seus noticiários a “festa da democracia“ promovida pela emissora. Eles só não dizem que esta festa é para poucos…

* com informes de Guilherme Fonseca, de Recife (PE)