Recife e Natal fazem novos atos contra a corrupção

Os atos programados pela Conlutas para ocorrer nas principais capitais do país continuam. Agora, além de protestar contra a pizza no Congresso, os atos aglutinam as categorias em luta, combinando a luta contra a corrupção com reivindicações como a reposição salarial para os servidores das universidades federais, bancários em campanha salarial e em defesa do passe-livre para a juventude.

Natal (RN)
O ato organizado pela Conlutas contou com 400 pessoas, que fizeram passeata pelo centro da cidade no dia 30 de setembro. Mais uma vez, malas e cuecas recheadas de dinheiro simbolizaram a quadrilha de corruptos que toma conta do Congresso e do governo. A manifestação contou com o apoio da população durante todo o percurso.
Servidores das universidades em greve e estudantes estiveram presentes. Secundaristas combinaram em suas palavras de ordem a luta contra a corrupção e a luta pelo passe-livre. Além disso, foi feito um chamado para o ato em defesa do passe-livre estudantil para o dia 26 de outubro.

Depois, perto de uma agência do Banco do Brasil, bancários em campanha salarial denunciaram o arrocho sofrido pela categoria.

Recife (PE)
Cerca de 250 pessoas se concentraram na Praça Osvaldo Cruz no dia 28 de setembro, de onde partiram em passeata pelas ruas do centro. O ato terminou em frente à sede principal dos Correios.

Participaram do ato os servidores das universidades federais em greve, integrantes do movimento sem-teto MLRP (Movimento de Luta e Resistência Popular), trabalhadores dos Correios, entre outras categorias. A juventude secundarista e universitária também teve uma participação importante, animando o protesto. Entre as palavras de ordem que ecoaram pelas ruas, estava “Ô Lula, que papelão! Tira do povo pra botar no mensalão!”.

* Com informes de Flávio Nascimento (Natal) e Guilherme Fonseca (Recife)

Post author
Publication Date