Raposas cuidando do galinheiro

Meirelles, Cangiota e Casseb sempre foram ligados aos grandes bancos internacionaisAs denúncias de sonegação fiscal e evasão de divisas publicadas pela revista IstoÉ revelam a podridão das alianças entre o PT com a burguesia. Segundo as denúncias da revista, o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, deixou de declarar à Receita Federal cerca de R$ 45 milhões em 2001. Seu funcionário no BC, Luiz Augusto Candiota, também foi acusado de não ter declarado contas abertas por ele nos EUA. Para tentar livrar a cara, Henrique Meirelles demitiu Candiota na quarta-feira 28 e acabou recebendo de Lula uma declaração de confiança.

`CarlosNo entanto, as denúncias não cessaram. Novas revelações envolvem o presidente do Banco do Brasil Carlos Casseb, que também teria contas, no mesmo banco que Candiota, que não foram informadas à Receita. Também foi denunciado pela CPI do Banestado que Casseb possui contas em paraísos fiscais, além da denúncia de escândalos envolvendo favorecimento à empresas privadas e ao PT.
Meirelles, Cangiota e Casseb antes de ocupar cargos no governo estiveram ligados aos grandes bancos internacionais ganhando salários milionários. Henrique
Meirelles, por exemplo, quando presidiu o BankBoston teve Casseb como subordinado. Este por sua vez, trabalhou junto com Candiota do Citibank. São todos burgueses, representantes dos banqueiros e do capital financeiro internacional, acostumados a fazer grandes negociatas. Mesmo assim eles foram designados por Lula para ocupar os mais altos cargos nos bancos públicos brasileiros.

Enquanto esses banqueiros movimentam milhões em suas contas no exterior sem pagar um centavo ao Imposto de Renda, os trabalhadores do país são obrigados a pagar exorbitantes taxas de juros cobrados pelos bancos. No cheque especial, por exemplo, são cobrados mais de 100% ao ano, um verdadeiro roubo promovido pelos banqueiros. Isso para não dizer das taxas como a CPMF e as filas que a população enfrenta em todos os bancos do país. Além disso, os lucros recordes dos bancos não cansam de sair nos noticiários.

Esses banqueiros são responsáveis, juntos com Lula, pela atual política econômica de desemprego e arrocho. A simples presença desses agentes dos bancos internacionais é uma afronta a soberania do país. É preciso afastar imediatamente essa quadrilha dos bancos públicos e exigir o confisco de todos os seus bens. Agora, com os escândalos, ficou claro que Lula indicou raposas para cuidar do galinheiro.
Post author José Maria de Almeida, o Zé Maria, é Presidente Nacional do PSTU e coordenador da Conlutas
Publication Date