Químicos de Goiás vão parar no dia 14

No dia 9 de setembro, quarta-feira, os trabalhadores da Indústria Química do Estado de Goiás (Iquego) deliberaram, em assembleia, pela greve no dia 14, próxima segunda-feira.

Há uma forte revolta dos trabalhadores dessa estatal pelo descaso da direção da empresa e do governo do Estado, de Alcides Rodrigues (PP). Não há resposta por parte da direção da empresa sobre a pauta de reivindicações entregue há meses. Salários e outros benefícios estão atrasados, e a empresa vem sendo sucateada.

O Sindqf-GO, juntamente com a Conlutas, está impulsionando e organizando a luta dos trabalhadores da Iquego, que vão parar na próxima segunda-feira com uma manifestação em frente ao Centro Administrativo, na Praça Cívica, denunciado o governo de Alcides Rodrigues e exigindo melhores condições de trabalho, inclusive para produzir o Tamiflu para toda a população.