PSTU, o partido das lutas e do socialismo!

    Estamos diante das maiores mobilizações populares desde as Diretas Já, em 1984. Os protestos atuais já superam os do Fora Collor, em 1992. São manifestações que se voltam contra todos os governos e algumas das principais instituições do regime, como o Congresso Nacional, as Assembleias Legislativas e as Câmaras Municipais.
    Os estudantes e os trabalhadores que protestam contra o aumento das passagens dos transportes, agora pedem menos dinheiro para Copa do Mundo, mais dinheiro para a saúde, educação, transporte e moradia.
    Por isso rejeitam, com razão, todos os governos e todos os partidos que governaram o país nos últimos 30 anos. Não podemos confiar nos partidos da direita tradicional. Também não podemos confiar no PT, afinal este partido governa nosso país há mais de dez anos aliado à burguesia e muitos de seus partidos corruptos. O PT se aliou até com Maluf.
    Os governos do PT não diferem essencialmente dos governos do PSDB. É só ver, em São Paulo, as boas relações entre Haddad e Alckmin. Juntos eles aumentaram as tarifas. 
    Cresce um grande ódio aos políticos que sempre governaram a serviço das grandes empresas, dos ricos e dos poderosos. Isso se reflete num sentimento antipartidário nas manifestações.  
    Mas o PSTU é diferente.  Somos um partido socialista e revolucionário, formado e dirigido por trabalhadores da cidade e do campo e pela juventude. Não admitimos burgueses e corruptos em nossas fileiras. Também não somos controlados por deputados, senadores etc. São nossos militantes que controlam nossa organização. 
    Queremos um Brasil justo e soberano, construído para os trabalhadores, a juventude e a maioria do povo. Por issom não apoiamos nem os governos dos partidos da direita e nem os governos do PT.  Todos eles acabaram governando para a burguesia em detrimento dos interesses dos trabalhadores.
    Estamos nas manifestações entoando gritos de guerra como: “nem direita nem PT, trabalhadores no poder!”
    Para conquistarmos um Brasil melhor será necessário acabar com o capitalismo, que privilegia os lucros de um punhado de grandes empresários e latifundiários, enquanto os trabalhadores são condenados a uma vida de sacrifícios. 
    Os trabalhadores e a juventude devem continuar sua luta,  se organizando cada vez mais. Temos que lutar por uma verdadeira revolução socialista em nosso país. Isso significa que as riquezas produzidas pelos trabalhadores devem ser destinadas para garantir uma vida melhor para a maioria do povo brasileiro.
     

    Venha para o PSTU!

    Nosso partido esteve presente desde as primeiras manifestações contra o aumento das passagens. A militância do PSTU cumpre um papel de destaque na organização e convocação dos protestos, especialmente a juventude do partido.
    Basta ver na imprensa e redes sociais que, desde o início, em todas as manifestações as bandeiras do PSTU estiveram presentes. Nossa forte presença tem gerado a fúria da direita e da extrema direita de tipo fascista. Longe de enfraquecer, nosso enfrentamento com a direita vem nos fortalecendo.
    Estamos nas ruas, fortalecendo o movimento, discutindo política com quem despertou para a ação agora. Estamos colocando nossa experiência de anos de luta a serviço dos novos ativistas. Vamos para as ruas alertar dos perigos e armadilhas da direita e também aquelas armadas pelo governo do PT.  
    Nas próximas semanas, nossa militância vai intensificar ainda mais a nossa presença não só nas manifestações, mas também nos locais de trabalho, nas escolas e nos bairros. Queremos ampliar a presença da classe trabalhadora nas novas manifestações.
    Vamos ampliar e unificar cada vez mais as mobilizações contra todos os governos e o capitalismo para aproximar cada vez mais jovens ativistas, trabalhadores e estudantes, do nosso partido socialista e revolucionário. 
     
    Procure o PSTU em sua cidade
    Nos últimos 12 dias de intensas manifestações em todo o país, 280 pessoas pediram filiações ao PSTU, somente através do nosso Portal. Só no estado de São Paulo, principal palco dos protestos, tivemos mais de cem pedidos de novas filiações.
    No Rio de Janeiro, no último dia 21, um dia após o duro conflito com os grupos da extrema direita, o PSTU reuniu 250 ativistas em uma atividade pública do partido, onde muitos pediram ingresso em nossa organização revolucionária. Procure o PSTU em  sua cidade. Vamos discutir juntos o país  que queremos construir!
     

     

    Post author
    Publication Date