Protesto de estudantes da USP chega ao Largo São Francisco

Mais de cinco mil pessoas tomam a avenida paulista para protestar contra a presença da Policia Militar no campus da USP. Por volta das 14h os manifestantes saíram do Masp direção em direção ao largo São Francisco, onde fica a Faculdade de Direito da USP, centro da cidade.

A manifestação reúne estudantes, professores e funcionários das universidades estaduais. Muitos vieram das cidades do interior do estado e de outras universidades estaduais, como a Unicamp e Unesp. Só da Unicamp vieram oito ônibus.

Entoando palavras de ordem como “não à choque” e “fora PM”, os manifestantes exigem o fim das ações de repressão contra os grevistas, além da saída da reitora da universidade, Suely Vilela. Uma faixa da Assembleia Nacional dos Estudantes Livre (Anel) também chama “Fora Suely” e “Fora PM da USP”.

“No passado, os estudantes tinham a UNE como um ferramenta para lutar. Mas isso não acontece mais. A UNE passou para outro lado. Por isso, anunciamos com orgulho a fundação de um novo instrumento para as lutas dos estudantes. No último final de semana, foi fundada a Anel”, anunciou do alto do caminhão de som Camila Lisboa, estudante da Unicamp.

Nesse momento, o protesto já está no largo São Francisco se preparando para o ato de encerramento.