Proteste contra a repressão aos rodoviários do Amapá

MODELO DE NOTA DE REPÚDIO

“Vimos através desta se solidarizar com os companheiros rodoviários agredidos fisicamente pela polícia do governador Waldez Góes (PDT), e repudiar a ação da tropa de choque, exigindo punição aos culpados. O direito de exercer a atividade sindical é constitucional, conquistado com muita luta nas ruas. Prender diretores sindicais é uma afronta a todos os sindicatos desse país. O que os órgãos governamentais deveriam fazer neste momento seria agilizar o pagamento dos trabalhadores e o cumprimento imediato dos encargos trabalhistas, usurpados na luz do dia por empresários vigaristas.“

ASSINADO:

ENVIAR PARA:

>> Governo do Amapá
e-mail: dcs@gabcivil.ap.gov.br
Fax: (96) 212-1100
>> Justiça do Trabalho-AP:
Fax: (96) 223-6705
>> Delegacia Regional do Trabalho-AP:
FAX: (96) 223-9407

com cópia para antoniorodoviario@bol.com.br
e/ou pelo fax do sindicato (96) 223-7580.

LEIA TAMBÉM:

  • Rodoviários do Amapá são violentamente agredidos pela polícia do governador Waldez Góes (PDT)