Profissionais de Educação vão debater desfiliação da CUT

Resolução propõe que Congresso decida se o sindicato permanece ou não filiado à CUTEntre os dias 18 e 20 de novembro foi realizada no Rio de Janeiro a Conferência do Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação (Sepe/RJ). Esta Conferência foi realizada no lugar do Congresso ordinário do Sindicato, adiado para 2005 através de um golpe do bloco governista na diretoria. Cerca de 230 delegados participaram da Conferência, que deliberou um posicionamento bem à esquerda, expressando o sentimento da base da categoria.

A Conferência aprovou uma resolução excluindo qualquer possibilidade dos trabalhadores disputarem esse governo, colocando sim a necessidade de derrotar sua política neoliberal. Infelizmente, não houve acordo entre as correntes de esquerda sobre a definição do Sepe enquanto “oposição de esquerda ao governo”, proposta somente pela tese Alternativa de Classe.

Porém, a grande vitória da Conferência foi a aprovação de uma resolução que determina, na base, a abertura da discussão sobre o rompimento com a CUT. O texto afirma que a CUT não é mais um instrumento de mobilização da classe trabalhadora, sendo, ao contrário, um obstáculo. A resolução propõe que o próximo Congresso decida se o sindicato permanece ou não filiado à CUT.

Post author André Freire, do Rio de Janeiro
Publication Date