População protesta em Umbaúba (SE) contra tortura e morte de Genivaldo

O Polo Socialista Revolucionário, através de sua Coordenação Nacional, se soma ao amplo rechaço e revolta em todo o país com o assassinato de Genivaldo Santos, de 38 anos, pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Justamente quando se completavam 2 anos do assassinato de George Floyd, vemos mais uma cena revoltante que revela o caráter brutal e racista das polícias, asfixiando mais um negro com métodos de tortura.

Sabemos que este caso não é isolado, o povo negro é tratado pela polícia como corpos que podem ser assassinados, como se expressou recentemente na chacina na Vila Cruzeiro no Rio de Janeiro, com 26 mortos. Uma das maiores na história sangrenta da polícia carioca, uma das mais letais do mundo, que, desta vez, também agiu com a mesma PRF assassina de Genivaldo, mostrando ali também que está segura da impunidade no país de Bolsonaro, que defende essa corporação assassina.

O povo em Sergipe saiu às ruas exigindo justiça por Genivaldo e mostra o caminho. Chamamos todos os sindicatos, entidades estudantis e movimentos sociais a convocar atos pelo país exigindo justiça, o que só poderemos impor para o judiciário racista com a força da mobilização.

Exigimos prisão para todos os responsáveis por essas barbáries contra Genivaldo e na Vila Cruzeiro, tanto os policiais, quanto os civis que estão por trás dessas ações.

Polo Socialista Revolucionário

MRT –  Movimento Revolucionário de Trabalhadores

CST  –  Corrente Socialista dos Trabalhadores

PSTU – Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado

Coletivo Petroleiros Socialistas