SP: Dirigentes do PSOL e do PSTU divulgam nota em apoio aos metroviários e contra a perseguição do governo Dória

Foto Sindicato dos Metroviários de São Paulo

O governo Dória e a direção do Metrô de São Paulo começaram a punir administrativamente trabalhadores só por utilizarem coletes contra a privatização da empresa e a reforma da Previdência. Confira abaixo a nota divulgada pelo PSOL e o PSTU contra essa medida absurda e autoritária

Em defesa do direito de manifestação dos metroviários de São Paulo

Os metroviários estão há mais de uma semana utilizando coletes se manifestando legitimamente contra a privatização e a reforma da Previdência.

Na semana passada, o Governo Dória e a diretoria do Metrô, começaram a desferir ataques contra a liberdade de expressão da categoria metroviária. Desrespeitando o momento da campanha salarial, começaram a desferir punições administrativas contra os trabalhadores alegando que os trabalhadores estavam fazendo “manifestação política”.

Nos manifestamos aqui em defesa da liberdade dos metroviários e do conjunto dos trabalhadores de se manifestarem contra a reforma da Previdência e em defesa dos seus direitos. Exigimos a retirada de qualquer punição aos trabalhadores do Metrô.”

Sâmia Bonfim – Deputada Federal – PSOL SP

Isa Penna – Deputada Estadual – PSOL SP

Mônica Seixas – Deputada Estadual – PSOL SP

Carlos Giannazi – Deputado Estadual – PSOL SP

Zé Maria – Direção Nacional do PSTU

Vera – Ex-Candidata a Presidente pelo PSTU