Pará: Prefeitura de Belém agride trabalhadores no 1º de Maio

Na manifestação do 1º de Maio em Belém, os agentes de saúde expressaram a sua insatisfação contra o prefeito Edmilson Rodrigues (PT), que cortou de forma arbitrária a gratificação dos trabalhadores. E como resposta, eles foram reprimidos por militantes do PT.
As agressões começaram logo no início da manifestação. Quando os trabalhadores estenderam sua faixa com os dizeres “Prefeito que papelão, retirar na ‘força’ nossa produção”, sofreram uma tentativa de agressão por parte de militantes da corrente Força Socialista. E no final do ato, quando o PSTU foi se solidarizar com os trabalhadores, esses militantes da Força tentaram agredir e expulsar o partido da manifestação.
Nós do PSTU repudiamos essa agressão e pedimos solidariedade a todas as organizações do movimento operário, popular e estudantil, no sentido de garantir o direito à manifestação de todas as correntes de nossa classe. Além disso, compreendemos que se trata de garantir o direito de um setor da classe trabalhadora de se manifestar publicamente contra o governo, ainda que seja um governo do PT.
Post author Concha
Publication Date