Oposições de luta, em Santa Catarina, derrotam direções governistas na Educação

Nos dias 22 e 23, realizaram-se as eleições para o Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Santa Catarina (Sinte). É o maior sindicato do estado com 60 mil trabalhadores na base e 20 mil filiados. Disputaram as eleições a Chapa 1 da Articulação e do PcdoB e a Chapa 2, de oposição, composta pelo PSTU, Articulação de Esquerda, independentes, Movimento Negro Unificado e prestistas. A Chapa 2 foi vitoriosa com 5.327 votos contra 4.790 dados à Chapa 1, num total de 10.746 votantes.

O voto na Chapa 2 significa um voto contra as direções governistas da CUT e da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), que traíram a categoria na luta contra a reforma da Previdência. A Chapa 2 contou com o apoio importante dos sindicatos que estão participando da Conlutas e da Oposição Alternativa da Apeoesp (SP).

Oposição vence no DCE da Universidade Federal

Com 2.302 votos, a Chapa 1 Lutar quando a Regra é Vender, composta por militantes do PSTU, por independentes e integrantes da Juventude Avançando, foi vitoriosa no processo eleitoral do DCE. Derrotando a Chapa 3, Reagir, composta pelo PPS e Articulação de Esquerda (PT), que obteve 1.479 votos, e a Chapa 2, Saber Mudar, composta por militantes da UJS e apoiada pela Força Socialista (PT), que obteve 1.031 votos.

Post author Joaninha Oliveira, de Florianópolis (SC)
Publication Date