Nota do PSTU sobre a agressão à equipe da TV Globo

Na noite do dia 21, três funcionários da Rede Globo foram covardemente agredidos enquanto faziam um plantão em frente à sede do PT, no Centro de São Paulo.

As investigações da polícia levaram a identificação de dois dos agressores, e, um deles estaria usando um adesivo da Chapa 2 – Oposição, que disputou as eleições para o Sindicato dos Bancários nesta semana, apoiada pelo PSTU.

Nosso partido repudia com todas as forças a agressão à equipe de tv e nos solidarizamos com os três trabalhadores. Nada, nem mesmo a trajetória da TV Globo de apoiar a ditadura e atacar os movimentos sociais, justificaria qualquer agressão aos seus funcionários que, assim como os bancários, estavam ali trabalhando e são explorados por seus patrões.

Nesta sexta-feira, o jornal ‘Agora’, de São Paulo, publicou uma matéria com o título “Agressor de equipe de TV é do PSTU”. Repudiamos esta tentativa intencional de estabelecer uma ligação entre um partido que está nas lutas dos trabalhadores contra o governo com uma agressão injustificada contra trabalhadores. Esclarecemos, mais uma vez, que nenhum militante ou filiado ao PSTU participou da agressão. E desafiamos a que se prove o contrário.

Lembramos ainda que, no dia seguinte, a Chapa 2 distribuiu uma nota informando que nenhum candidato da chapa participou da agressão e que não conhecia nenhum dos agressores. Na oportunidade, a chapa informou que mais de mil pessoas fizeram parte do processo eleitoral, entre apoiadores e mesários, nas 200 urnas que percorreram as agências.

São Paulo, 24 de junho de 2005.

PARTIDO SOCIALISTA DOS TRABALHADORES UNIFICADO