Nota do PSTU-RN sobre o “Fora Rosalba”


Pela construção de um “comitê pelo Fora Rosalba”, que organize e unifique a luta no RN

O povo do estado do Rio Grande do Norte está indignado com a governadora Rosalba Ciarlini Rosado (DEM). A governadora não investe na saúde, educação e na segurança pública e gasta o dinheiro com suas diárias, viagens, jatinhos e propaganda.

Com isso, a saúde padece de falta de funcionários e insumos, levando a um quadro de caos, onde somente no Hospital Walfredo Gurgel morrem 200 pessoas por mês, totalizando mais de 7 mil mortos no governo de Rosalba.

Na Segurança Pública, os órgãos fiscalizadores afirmam que em torno de 95% dos homicídios não são desvendados por falta de provas técnicas. O Conselho Estadual de Direitos Humanos comprovou que, dos 444 homicídios ocorridos em Natal ao longo de 2012, somente 22 deles foram elucidados, ou seja, 4,95% do total.

Os professores entram em greve. Exigem, além de suas reivindicações específicas, a manutenção das escolas que estão sucateadas (um levantamento realizado pelo sindicato demonstra que 94,6% das escolas estão comprometidas) e com a estrutura física precária.

Na semana passada, ao não repassar o duodécimo integral do Poder Judiciário e do Poder Legislativo, Rosalba abriu uma crise institucional entre os poderes. Nem os seus aliados de classe se sentem representados por ela.

E ainda por cima, o governo de Rosalba Ciarlini está buscando um empréstimo de 540 milhões de dólares do Banco Mundial, depois de “um rigoroso ajuste fiscal”, onde foram cortadas verbas da educação, saúde e segurança. Mas não para resolver os problemas estruturais do estado, e sim para as obras da Copa e gastos com publicidade.

Todo este processo de luta e indignação popular se unifica no “Fora Rosalba”, mas não nas eleições de 2014: agora, já! Esta é a exigência do povo potiguar. O povo exige sua saída. O repúdio é total e sua aprovação está em 8%.

É preciso derrubar Rosalba nas ruas, pela força das greves e mobilizações. Seu vice, Robinson Farias, não é alternativa. Representa o mesmo que Rosalba, um governo dos ricos e das oligarquias. É preciso um governo socialista dos trabalhadores.

Seja com a sua derrubada nas ruas, por renúncia ou impeachment, o povo do Rio Grande do Norte quer o “Fora Rosalba”. E todos são unânimes ao dizer que não dá para esperar o finalzinho do mandato, como ocorreu com a prefeita Micarla de Souza. Tem que ser agora.

Por isso, o Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado chama de maneira urgente os grevistas e entidades do movimento social, sindical e popular a que se unam em um Comitê pelo Fora Rosalba para encaminhar a luta pela destituição da governadora.

Natal, 20 de agosto de 2013

Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado