Montadoras lucraram com pacto de 1992

O presidente da CUT citou o exemplo do acordo auto-motivo de 1992 como exemplo de que “todos sairiam beneficiados” num entendimento desse tipo.

Mas vejam o resultado deste acordo, também conhecido como Pacto das Montadoras (ver quadro abaixo).

Dos três setores que compunham esse pacto (Estado, trabalhadores e empresários), apenas o empresariado ganhou, com o aumento da produção e de produtividade. Os trabalhadores tiveram de arcar com a diminuição do emprego. E a renúncia de impostos dos empresários diminuiu ainda mais as verbas para os gastos sociais.
Post author
Publication Date