Massacre em Goiânia completa um ano

Desocupação dos Sem-Teto do Parque Oeste Industrial será lembrada com atoNesta quinta, dia 16 de fevereiro, trabalhadores sem-teto de Goiânia vão realizar uma grande manifestação na cidade para lembrar o dia em que o governador Marconi Perillo (PSDB) mandou mais de 2.000 soldados armados até os dentes para desocupar com extrema violência um terreno abandonado no setor Parque Oeste Industrial, cujo dono devia milhões em impostos.

De lá para cá, mais de 1.500 famílias continuam a espera da terra prometida, primeiramente alojadas em ginásios e depois em uma área provisória no Setor Grajaú debaixo de barracos de lona preta e em precárias condições de saúde e educação. Já foram mais de 10 mortes, alguns assassinados pela violência policial e outros em decorrência da falta de higiene e saúde pública em em que se encontram desde a desocupação.

As atividades no dia 16 vão começar às 8h30, na Rua das Magnólias (no Setor Parque Oeste Industrial), onde serão fincados crucifixos para simbolizar os dois companheiros sem-teto mortos pela polícia do governador Marconi Perillo. A manifestação seguirá até a catedral de Goiânia onde será realizado um ato ecumênico e depois pela noite na tenda central do acampamento no Setor Grajaú será exibido o filme: `Sonho Real, uma história de luta por moradia`, produzido pelo CMI (Centro de Mídia Independente).

Os sindicatos, entidades estudantis e movimentos sociais que estão construindo a Conlutas em Goiás estão dando todo o apoio a esses trabalhadores sem-teto, pois a luta dos companheiros é a nossa luta!