Luta dos municipais não pára

Servidores dos municípios se chocam contra autoritarismo e repressão de prefeitos do PT e PCdoBELÓI DO PT DEMITE 834 EM GUARULHOS

O prefeito Elói Pietá publicou no Diário Oficial do município a demissão de 834 servidores. As demissões atacam toda a população. Serão mais pessoas na fila dos desempregados, muitas com mais de 50 anos, com doenças adquiridas no trabalho, até mesmo pessoas de licença médica foram demitidas.

Elói ofereceu na campanha salarial 2003 um ridículo reajuste de 1% para a categoria, cujas perdas salariais passam dos 48%. Na época o prefeito afirmava que se cedesse a reivindicação teria que demitir. Ele mentiu para os trabalhadores e agora promove demissões em massa.

A opção do prefeito tragicamente é de governar para os ricos e atacar a classe trabalhadora. Elói Pietá, que foi eleito com o voto do trabalhador, trai o povo.
Não aceitamos essas demissões, não aceitamos o desmonte do serviço público e exigimos a readmissão desses trabalhadores. Contamos com o apoio de todos, e pedimos para enviarem mensagens para o gabinete do Prefeito Elói Pieta em repúdio as demissões e pela readmissão, já!

Fax: (11) 6442–9779
prefeito@guarulhos.fp.gov.br
E cópia para o Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública de Guarulhos
municipais@uol.com.br


SERVIDORES OCUPAM A PREFEITURA E A CÂMARA DE BLUMENAU

greve dos servidores de Blumenau completou 30 dias e até o momento não foi feita nenhuma proposta concreta por parte do governo municipal. O mesmo cortou negociações com a categoria no dia 07 e baixou um decreto convocando todos a retornarem aos seus postos de serviço no dia 09, sob pena de sofrerem sanções administrativas como corte de ponto e demissão.

Neste momento as demissões começaram por telefone. Já foram seis demissões e a prefeitura está utilizando terceirizados, muitos sem qualificação devida. O rolo compressor do Décio Nery de Lima (PT) está a pleno vapor. E a resposta da categoria é muito forte. No dia 18 foi decidido a ocupação da Prefeitura e da Câmara contra a retaliações e pela reabertura das negociações. Os servidores contam com um grande apoio da população.

O Sindicato pede a todos que façam moção de apoio a greve bem como exigência de reabertura de negociações com a categoria e repúdio às demissões. As moções podem ser enviadas para o Gabinete do Prefeito:
FAX: (47) 326.3105 – e-mail: gabexp@blumenau.sc.gov.br
com cópia para o SINTRASEB
leonirsintraseb@ig.com.br


EM OLINDA, 44% PARA OS SECRETÁRIOS E 1,5% PARA OS SERVIDORES

“É essa a prefeitura popular?“ Foi assim que os servidores de Olinda – cidade governada por Luciana Santos (PCdoB) em aliança com o PT – denunciaram a política da prefeita em outdoors. Os servidores completaram 34 dias de paralisação no dia 19. Mas diante da ameaça da suspensão dos salários, perseguições e chantagens da prefeita, suspenderam a greve até a assembléia do dia 1º de julho.

Um professor com jornada de 150 horas/aula recebe R$ 225 e uma boa parte da categoria ganha R$ 229. São 1.477 servidores com vencimentos abaixo do mínimo nacional. A prefeita Luciana Santos imitou Lula e ofereceu reajuste de 1,5% e para os profissionais da educação a equiparação com o salário mínimo. As perdas já somam 64%, sendo 38% só nesta gestão. No entanto, esta prefeitura não hesitou em conceder um aumento de 44% para os 504 cargos comissionados. Para Marcos, Presidente do Sindicato dos Servidores Municipais, “Essa greve expressou a revolta da categoria e a impopularidade da prefeita.”

A categoria mostrou resistência e criatividade, realizando café da manhã a pão e a água e vigília com mungunzá e forró pé-de-serra.

Post author
Publication Date