Luiz Mott, fundador do Grupo Gay da Bahia, envia nota de solidariedade

Toda solidariedade do GGB [Grupo Gay da Bahia] e minha no enfrentamento de mais esse atentado cruel contra um gay. E tem militante LGBT que diz que a homofobia está diminuindo no Brasil! NUNCA ANTES NA HISTÓRIA DESTE PAÍS, a esperança de vida dos gays foi tão ameaçada e diminuída: um assassinato a cada dia e meio! Espancamentos todo mês em SP, Rio, Bahia, Alagoas, PE, Curitiba etc.

Aqui em Salvador, no carnaval, um bando de assaltantes jogou um gay pintoso da janela do ônibus em movimento! Kukuxklan antigay! Por isto que Marta Suplicy já declarou duas vezes: “A situação piorou para os LGBT nos últimos anos!!!” O que as entidades de Dimitri e Irina, o Fórum Paulista, ABGLT e outras articulações planejaram como protesto e encaminhamento desta gravíssima discriminação?

Luiz Mott

Quem é Luiz Mott
Luiz Mott é historiador e antropólogo. É um dos mais destacados ativistas de direitos humanos e do movimento LGBT. Paulistano radicado em Salvador desde os anos 1970, foi fundador do Grupo Gay da Bahia. Autor de vários livros, contribui muito para a compreensão da homossexualidade e o combate à homofobia.

Algumas de suas obras:
Lesbianismo no Brasil (1987)
Escravidão, Homossexualidade e Demonologia (1988)
Sexo Proibido: Virgens, Gays e Escravos nas garras da Inquisição (1989)
Epidemic of Hate: Violation of Human Rights of Gay Men, Lesbians and Transvestites in Brazil (1996)
Homofobia: A violação dos direitos humanos dos gays, lésbicas e travestis (1997)
Desviados em questão: Tipologia dos homossexuais da cidade de Salvador, Bahia (1987)
Homossexuais da Bahia: Dicionário Biográfico (1999)
Violação dos Direitos Humanos e Assassinato de Homossexuais no Brasil (2000)
Manual de Coleta de informações, sistematização e mobilização política contra crimes homofóbicos (2000)
Violação dos direitos humanos e assassinatos de homossexuais no Brasil (2000)
Causa Mortis: Homofobia. Salvador (2001)