LIT vai realizar ato internacional para comemorar seus 30 anos

No dia 1° de dezembro, a Liga Internacional dos Trabalhadores – Quarta Internacional (LIT-QI) vai realizar, em Buenos Aires, Argentina, um grandioso ato internacional para festejar seus 30 anos de existência.

A LIT foi fundada em janeiro de 1982, em Bogotá, Colômbia. Seu objetivo foi “dar continuidade a luta por uma direção revolucionária internacional, pela construção da Quarta Internacional com seções que conquistem influência de massas (…) devemos fundar imediatamente uma organização internacional democraticamente centralizada; ou, dito de outra maneira, estruturar imediatamente uma direção internacional que funcione com as normas do centralismo democrático.”, dizia as teses de fundação da Liga.

Passados 30 anos ainda estamos longe desse objetivo, mas continuamos lutando por uma direção revolucionária internacional. Sem ela, a classe trabalhadora continuará sendo submetida à exploração e a miséria.

A vigência da Internacional
Muitos ativistas perguntam: mas para que serve uma Internacional? Desde seu nascimento, o marxismo levantou a bandeira da organização dos trabalhadores num partido internacional. Algo que já estava inscrito no Manifesto Comunista, redigido por Karl Marx e Friedrich Engels, que conclui: “Proletários de todos os países, uni-vos!”.

Hoje é ainda mais importante construir a Internacional devido ao caráter mundial do capitalismo que se consolidou na época imperialista, com o domínio do mundo pelas grandes potências e empresas multinacionais. O imperialismo aplica uma só política mundial. Algo facilmente identificável, basta ver os planos de austeridades aplicados na Europa que jogam o peso da crise econômica nas costas dos trabalhadores.
Infelizmente, ainda estamos distantes de uma alternativa de direção revolucionária para as massas do mundo inteiro. Mas a realidade objetiva se revela cada vez mais dramática com a crise do capitalismo. A crise agrava todas as contradições da sociedade capitalista e coloca os povos do mundo inteiro numa encruzilhada: ou os trabalhadores saem dela com um triunfo, o que significa a tomada do poder pela classe trabalhadora em algum país do mundo, abrindo o caminho para a revolução socialista; ou a burguesia imperialista conseguirá impor um retrocesso enorme ao nível de vida do proletariado e aos povos do mundo.

A Internacional, ou partido mundial da revolução, é a única ferramenta que poderá derrotar o imperialismo e articular uma saída vitoriosa dos trabalhadores da crise mundial.

Construir o ato pelos 30 anos da LIT-CI
Nesse momento histórico no qual vivemos, festejamos as três décadas de existência da LIT. E festejamos com nossos partidos que estão inseridos nas lutas operárias e populares, com o objetivo de construir partidos revolucionários com influência de massas, necessários para conduzir os trabalhadores ao poder.

É justamente isso que fazem os partidos da LIT na Espanha, Portugal, Itália, entre outros países da Europa, lutando contra os planos de austeridades da “Troika” (União Europeia, Banco Europeu e FMI) e de seus governos lacaios. É assim que a LIT constrói seus partidos na América Latina, lutando contra os governos pró-imperialistas e se engajando numa luta sem tréguas com os partidos reformistas.

Para comemorar essa luta, a LIT convida todos militantes e ativistas da esquerda revolucionária para participar do Ato Internacional em Buenos Aires. O ato vai permitir que centenas de ativistas, das mais diferentes regiões do mundo, possam compartilhar suas experiências de luta.

A LIT também convida os ativistas para conhecerem sua história, programa e elaboração política e teórica. A LIT está a serviço da reconstrução desta organização internacional. Temos uma experiência acumulada, um programa e o embrião de uma organização revolucionária internacional. A LIT continuará na sua luta para construir uma direção internacional dos trabalhadores, a única possibilidade dos trabalhadores conquistarem uma vitória perante a crise do capitalismo.
Post author
Publication Date