Itajubá (MG): metalúrgicos da CSP-Conlutas derrotam a CUT com 71,79% dos votos

Chapa da CSP-Conlutas

A Chapa 1, da CSP-Conlutas e da Federação Sindical e Democrática dos Metalúrgicos, obteve grande vitória e se reelegeu na direção do Sindicato dos Metalúrgicos de Itajubá, Paraisópolis e Região, com 71,79% dos votos válidos, para o triênio 2012-2015. A apuração terminou às 3h30 da sexta-feira, dia 16, no ginásio do bairro Santa Rosa, em Itajubá-MG. A Chapa 2, da CUT/CSD, alcançou apenas 28,21% dos votos, com uma campanha pautada pela despolitização e falsas promessas. A nova diretoria toma posse no dia 30 de maio.

Na apuração, a torcida da CSP-Conlutas estava muito agitada, com metalúrgicos, trabalhadores da saúde, professores e militantes do movimento popular entoando palavras de ordem de independência política frente aos patrões e os governos. O clima de euforia tomou conta quando o resultado foi anunciado pelo metalúrgico Giba Gomes, da Federação.

A Chapa 1 saiu vitoriosa na ampla maioria das fábricas, sobretudo na Delphi e na Mahle, uma das maiores da região. Foram 1555 votos para a Chapa 1 contra 611 para a Chapa 2. Ao todo, registrou-se 26 votos brancos e 52 votos nulos.

Com o resultado, a Federação Democrática e a CSP-Conlutas se fortalecem para seguirem travando a luta em defesa das conquistas e por novas vitórias, a exemplo da recente campanha salarial da categoria. Os metalúrgicos da região, que participaram em peso do processo, agora podem ter a certeza de que Sindicato dos Metalúrgicos seguirá no caminho das lutas, sem se vender às empresas e aos governos e firme na defesa dos direitos.

“Essa eleição foi uma vitória da categoria e não só dos que se dedicaram a construir a Chapa 1. Tenho certeza de que a categoria acredita que com essa nova diretoria poderemos alcançar um futuro de grandes conquistas. Saudamos a toda os metalúrgicos e metalúrgicas pela forte participação no processo eleitoral. Felizmente tudo ocorreu da forma mais democrática e limpa possível. Agradecemos a todos pelo alto índice de votos na nossa chapa. Agora o desafio é seguir adiante, fortalecendo o sindicato” disse o dirigente do Sindicato, José Carlos dos Santos, o Carlinhos.

Publicado pela CSP-Conlutas MG