Fornecedora da Embraer demite e trabalhadores entram em greve

Os trabalhadores da Winnistal, em São José dos Campos (SP), entraram em greve na manhã desta quinta-feira, dia 2, em protesto contra 16 demissões anunciadas ontem pela empresa. A Winnistal é fornecedora da Embraer e possuía, antes das demissões, 117 trabalhadores.

Os metalúrgicos aprovaram, na assembleia que deflagrou a greve, uma pauta de reivindicações que inclui pagamento da PLR atrasada, readmissão de todos os demitidos, estabilidade até 31 de dezembro e redução de jornada sem redução de salário. Os trabalhadores também realizaram discussões sobre a necessidade de estatização do setor aeronáutico.

Os trabalhadores permaneceram parados durante parte da manhã e, em seguida, iniciaram uma “operação tartaruga”, com ritmo lento de produção. À tarde, o Sindicato deve se reunir com a direção da empresa para iniciar as discussões sobre a pauta de reivindicações.

Até agora, a empresa não justificou as demissões, nem para os trabalhadores nem para o Sindicato. “Os trabalhadores não aceitarão os cortes imotivados. Vamos lutar pela readmissão de todos os demitidos”, afirma o diretor do Sindicato, José Donizete de Almeida.