Continua a repressão aos sem-terra

Corumbiara

O Movimento Camponês Corumbiara – MCC, de Rondônia, denuncia que foi mantida pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) a decisão que condena dois trabalhadores sem-terra, Claudemir Gilberto Ramos e Cícero Pereira Leite Neto. Eles foram culpados pelo massacre de Corumbiara, mas na verdade são sobreviventes. Contra essas condenações, é necessário enviar nota de protesto para o Superior Tribunal de Justiça, SAFS-Quadra 06-lote 01, Cep: 70095-900, Brasília-DF, Tel – Fax (61) 319-8194-3198195.

Manaus

Desde o dia 6 de maio, o dirigente do Movimento dos Sem-Terra do Amazonas (MSTA) e da Coordenação das Lutas dos Movimentos Populares (CLMP), Ismael Dias de Oliveira, está preso em Manaus (AM). Uma campanha exige sua libertação e o fim das perseguições aos movimentos sociais no Amazonas. Envie e-mail ou fax para a Secretaria Especial de Diretos Humanos. Tel.fax: (61) 321-1565. E-mail: [email protected]

Pontal

O coordenador nacional do Movimento dos Agricultores Sem-Terra (Mast), Lino de Macedo, e outros três militantes, foram presos no Pontal do Paranapanema. Eles são acusados de porte ilegal de arma, furto e formação de quadrilha. Existem ordens de prisão para mais dois militantes: Milton David da Silva, vereador em Caiuá, e Francisco Leite dos Santos. Essa dissidência do MST fez oito ocupações de fazendas nos últimos dois meses e controla 18 acampamentos na região.

Post author
Publication Date