Conlutas protesta contra corrupção em frente à sede do PT

Manifestantes caminham até a sede do PT
SindmetalSJC

Uma caravana da Conlutas (Coordenação Nacional de Lutas) esteve, nesta terça-feira, em frente à sede nacional do PT, em São Paulo, para protestar contra o mar de corrupção instalado no governo Lula. O protesto aconteceu enquanto, do lado de dentro, a executiva do partido estava reunida para avaliar as denúncias contra dirigentes e aprovava a renúncia do tesoureiro, Delúbio Soares.

Os manifestantes exigiam punição de todos os corruptos e corruptores, prisão e confisco dos bens, além do afastamento imediato de todos aqueles envolvidos no esquema. Com uma faixa onde estava escrito “Só a luta muda a vida“, cerca de 100 pessoas cantaram palavras de ordem contra o PT e o governo Lula. “Lula que papelão no seu governo só tem corrupção” e “Você pagou com mensalão e o trabalhador ficou na mão”, foram algumas das frases agitadas pelos manifestantes.

Além de bancário e sem-tetos, a maior parte dos manifestantes era de metalúrgicos que, pela manhã, fizeram um ato da campanha salarial em frente à sede da Fiesp. Em depoimento ao Globo Online, o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Luís Carlos Prates, dirigente do PSTU, fez duras críticas à direção do PT: “O PT está dando continuidade a um esquema de corrupção que já existia há anos. O PT está patrocinando esse esquema juntamente com a direita“.

Assim como vem acontecendo em todo o país, o protesto de hoje faz parte da campanha classista da Conlutas contra a corrupção. Em vez de defender o governo, como fazem a UNE, a CUT e o MST, a Conlutas está preparando atos nas principais cidades e uma grande marcha a Brasília, no dia 17 de agosto.