Cartas

“Saudações, companheiros revolucionários!
(…) Há uns sete meses atrás eu militava como independente e estava naquele processo de conversa/captação para entrar pro Partido (aquela famigerada hora que a gente faz um doce danado pra colocar o bendito broche do Partido) e, nesse período, me filiei, no site, ao PSTU.
(…) Mas, aproveitando o embalo, gostaria de fazer uns comentários sobre o jornal: está NOTA DEZ!!! Tanto com relação à diagramação quanto no conteúdo. A linguagem continua simples embora não simplória, sendo bastante acessível. O novo design está bastante agradável. Só acho que as fontes – principalmente nos títulos – ainda não é a ideal, eu gostava mais das do design antigo.
(…) Gostei MUITO de ver a seção sobre formação, espero que ela continue em todas as edições, e já sugiro alguns temas: a questão da Frente Popular (e nosso querido Lulinha), uma matéria sobre Raça e Classe, outra sobre Gênero e Classe e uma sobre Ideologia, Cultura e Classe.
Talvez o jonal pudesse lançar “encartes especiais”, com temas de formação política e/ou a política do partido.
(…)Também, quem sabe, poderia haver promoções do tipo “junte X selos e troque por um livro”.
(…) Ah, senti falta da coluna sobre cultura nessa edição.

Thiago Brito, por e-mail

“Com a nova campanha de assinaturas, e com novos leitores que despertam para a luta, se faz necessário sempre uma introdução sobre o porquê da seção internacional, sobre o inimigo comum que é o imperialismo, assim como a necessidade de se reafirmar o internacionalismo proletário, e vinculá-la com a necessidade da LIT.”

Lúcio Santos, por e-mail

Post author
Publication Date