Atos, festas e comitês agitam campanha

No Rio, Heloísa defende reestatização da CSN

No dia 24, Heloísa Helena participou de atividades em Volta Redonda (RJ).
Em comício na CSN (Companhia Siderúrgica Nacional), Heloísa criticou a privatização da companhia, afirmando que isso gerou desemprego. Falou sobre a necessidade de investigar crimes contra a administração pública no processo de privatização da empresa e defendeu a necessidade de reestatização da mesma. “Não vou aceitar que o que foi roubado do povo brasileiro não seja devolvido”, afirmou.
Heloísa defendeu ainda que a decisão sobre a reestatização ou a privatização de empresas cabe à população, que deve opinar através de plebiscitos. “Nenhum governo pode decidir se privatiza ou estatiza empresas. Cabe ao povo decidir. Qualquer chefe de nação séria não tem direito de deixar que o patrimônio público seja roubado”, disse.

Heloísa também levou flores ao memorial em homenagem aos operários mortos na repressão à greve de 1988.

Ato agita campanha no Rio
Após participar de diversas atividades em Volta Redonda, Heloísa esteve no Rio de Janeiro. Cerca de 600 pessoas fizeram uma passeata pelo centro da cidade. Estiveram presentes o candidato a governador do Rio, Milton Temer (PSOL), e os candidatos a deputados pela Frente de Esquerda.

O candidato a deputado federal pelo PSTU, Cyro Garcia, destacou que qualquer proposta de investimento nas áreas de saúde, educação e moradia popular só será possível com o fim do pagamento da dívida.

Festa reúne mais de 600 pessoas
Sucesso de público e de animação, a festa do PSTU no Rio de Janeiro, no dia 25, reuniu mais de 600 pessoas no clube América, na Tijuca. Além de Milton Temer e da candidata ao Senado, Dayse Oliveira, participaram os candidatos a deputado estadual do PSTU e o candidato Paulo Eduardo Gomes, do Reage Socialista.
Post author
Publication Date