Ato em Nova Friburgo reúne bombeiros e professores

Passeata em apoio aos bombeiros na cidade


Na última sexta-feira, bombeiros, professores, estudantes e trabalhadores em geral fecharam a principal avenida da cidade em apoio aos professores estaduais em greve e à luta dos bombeiros.

Já na parte da manhã, um ônibus de professores seguia em direção ao Rio de Janeiro, a fim de participar de um grande ato na capital. Durante todo dia carros, lojas, apartamentos, se enfeitavam de vermelho. De Nova Friburgo, foram 29 bombeiros presos, que estão sendo considerados heróis pela dedicação em salvar vidas em meio às recentes tragédias que se abateram sobre a região nos últimos meses.

Estudantes que já tinham participado de um grande ato um dia antes, na manhã de sexta ainda estavam nas ruas com apitos e cornetas, fazendo barulho. O ato público se concentrou por voltas das 16h na principal praça da cidade, saindo em passeata em direção à prefeitura.

A população apoiava aplaudindo e balançando panos vermelhos. Era comum encontrar pessoas com fitas e adesivos do PSTU e da CSP-Conlutas. O PSTU dirigiu a manifestação, marcando presença com suas faixas e bandeiras.

À noite, após o ato, nossos militantes se encontraram em nossa sede e saíram para fazer uma grande colagem de cartaz do PSTU por toda a cidade.

Desastres
O apoio da população aos bombeiros em Nova Friburgo não é por menos. A cidade foi uma das mais afetadas durante as chuvas que atingiram a região serrana do Rio no início do ano, e que deixou mais de mil mortos. Os bombeiros foram os primeiros a socorrerem as vítimas, e resgatando as pessoas nos locais mais distantes. Atuação que custou a vida de três deles na região.