Ativistas comemoram 15 anos do Opinião Socialista em Recife

Exibição do vídeo sobre o Opinião Socialista

Militantes da esquerda saúdam o jornal do PSTUInstrumento para luta, ferramenta de formação, organizador coletivo. Essas foram algumas das frases mais repetidas na comemoração dos 15 anos do jornal do PSTU, o Opinião Socialista, que aconteceu no último dia 19 de julho, no Recife.

O evento iniciou com a apresentação do vídeo produzido pela equipe de comunicação nacional do partido, em que mostra curiosidades e relatos sobre a história do Opinião Socialista. Foi possível perceber através dos aplausos e gargalhadas dos mais de 50 convidados, como eles se identificam com a história do jornal.

Após o vídeo, Jair Pedro fez a abertura solene com um resgate da história do Opinião Socialista e dos jornais que o antecederam. Jair também mostrou a importância de uma imprensa operária de esquerda para fazer uma disputa na consciência dos trabalhadores, tendo em vista os ataques dos vários governos, inclusive de Dilma Roussef (PT), aos trabalhadores e a manobra da imprensa burguesa. Jair Pedro finalizou sua intervenção fazendo um convite a todos os presentes para fortalecer o Opinião Socialista, comprando e fazendo assinatura. “É um jornal construído com recursos da classe trabalhadora e serve para as lutas desta classe” , conclui.

Os convidados também saudaram o jornal o PSTU. “É um jornal que mostra o que passa no mundo imperialista, que oprime e explora os trabalhadores, os movimentos sociais, do campo e da cidade, estudantis etc. Só o Opinião Socialista mostra essa realidade. É o jornal que eu vivencio e sinto o que eu sou: socialista e de luta” , falou Willians Rocha, trabalhador dos Correios.

Carlos Elias, professor da rede municipal de Recife e membro da oposição SIMPERE pela CSP-Conlutas, falou sobre as capas que ele tinha gostado. Um exemplo foi a capa com a cueca cheia de dinheiro, lembrando das notícias sobre o mensalão ocorrido no período do governo Lula (PT). “Esse do mensalão e o de Amanda Gurgel foram os jornais que mais vendi” , afirma.

Já o Frederico Fonseca, estudante secundarista, colocou sobre a importância do Opinião em sua formação. “O jornal Opinião Socialista vem sendo de extrema importância em minha formação com matérias que mostram o outro lado da moeda que a mídia burguesa não fala”, afirma Frederico. “Foi através do Opinião Socialista que ingressei na luta política“, declara Everton, estudante de história da UFRPE e militante da juventude do PSTU.

Levy Paes, professor da UFRPE e diretor do ANDES/NE, mostrou o papel fundamental do jornal em suas intervenções na militância. “O Opinião Socialista foi muito importante para mim no período de 2004 a 2006 quando fui diretor do ANDES-Sindicato Nacional, porque balizou as minhas intervenções nos debates da conjuntura nacional e internacional“, conclui.

A comemoração terminou com uma apresentação do TEAMU&CIA, grupo teatral de rua, que apresentou o BE-A-BÁ do Opinião Socialista. Uma peça que mostrou a diferença entre a imprensa operária e a imprensa burguesa.

Também estiveram presentes no evento representantes do PCB, PSOL e da Consulta Popular.