Ana Luiza: A vitória do povo na rua

Mobilização em São Paulo no dia 17

A população está mais confiante e aprendeu que só a mobilização transforma a vida

Nas duas últimas semanas, trabalhadores e a juventude saíram as ruas mostrando a sua indignação não só frente ao aumento da tarifa, mas lutando por melhorias no transporte, sáude e educação. Cantando a plenos pulmões que os investimentos em estádios deveriam ser direcionados para a construção de hospitais e escolas, a população mostrou que está cansada de pagar pelo lucro dos patrões.

 

Prensados pelas espetaculares mobilizações, que chegaram à periferia de São Paulo nesta quarta-feira, 19, Alckmin e Haddad anunciaram a suspenção do aumento da tarifa em São Paulo. Sem dúvida é uma grande vitória do movimento. Mas essa vitória vai além dos R$0,20. As mobilizações questionaram o estado de coisas no país. Uma das palavras de ordem mais ouvidas era: “tem dinheiro pra copa, mas não tem pra educação e a saúde”.

 

Nessa semana, o governo Dilma anunciou que os gastos com a copa superam a cifra de R$ 28 bilhões. Esse número certamente é ainda maior se levarmos em consideração toda a corrupção que marcou as obras.

 

Agora temos que se manter nas ruas para exigir melhores serviços públicos, mas verba para saúde e educação, estatização do transporte público, rumo à tarifa zero.  A nossa maior vitória foi ter ocupado ruas e praças. A população está mais confiante e aprendeu que só a mobilização transforma a vida. Nesta quinta-feira, dia nacional de luta contra o aumento das tarifas, vamos voltar às ruas pra comemorar, seguir na luta e defender nossos direitos!