Machismo e futebol

    29
    Etiqueta da camisa do Atlético Mineiro vendida aos torcedores

    Blusa de time na recomendação de lavagem traz os dizeres “Give it to your wife” (dê para sua esposa)

    Esta imagem é da etiqueta da camisa do Atlético Mineiro vendida aos torcedores. Na parte de recomendação da lavagem, traz os dizeres “Give it to your wife” (dê para sua esposa). Um verdadeiro machismo escancarado e nojento que reproduz a ideia de que as tarefas domésticas são tarefas exclusivamente das mulheres ou, de forma mais direta, de que lugar de mulher é cuidando da casa

    Isto jamais pode ser visto como descuido, uma brincadeira e que “não deve causar tanta polêmica”. Esta ideia, espalhada fortemente, faz com que a mulher acumule dupla e, até mesmo, tripla jornada de trabalho. E quem se beneficia disso é o capitalismo. 

    Essa ideia de que a mulher é “rainha do lar” é muito positiva para os patrões, pois, enquanto é delegada às mulheres essa responsabilidade, o Estado e os patrões se desobrigam e economizam. Não precisam construir restaurantes, creches e lavanderias públicos.

    Transferem para as trabalhadoras, nossas mães, irmãs, esposas e filhas, a responsabilidade que seria do Estado. Trabalham de graça não para o marido, mas para o sistema.

    Quando o homem trata sua mulher como uma empregada, que tem a obrigação de cuidar das tarefas da casa sozinha, está reproduzindo essa ideologia do patrão, a serviço de manter o lucro dele. 

    Há muita coisa por trás dessa “simples frase”: “Give it to your wife” (dê para sua esposa). Há o peso gigantesco do machismo e da exploração. E também da tentativa de tirar a mulher trabalhadora da vida pública e, portanto, da vida política, enfraquecendo assim a luta dos trabalhadores que perde “para o lar” uma importante aliada!

    Ficamos feliz com a nota da torcida atleticana de esquerda que repudiou a camisa. Aqui, não trata-se de rivalidade entre times. Não devemos aceitar o machismo no mundo e isso passa por combater, inclusive, o machismo no futebol!

     

    Acompanhe o Zé Maria no Facebook 

     

     

     

     

    Post author