Camarada Pisco, presente!

3525

Perdemos um grande companheiro. Faleceu nesta quinta, 10, vítima de infarto, o companheiro Rosemar da Silva Pisco. Operário, Pisco foi um defensor intransigente dos interesses dos trabalhadores. Pisco era soldador na Petrobrás, na refinaria Duque de Caxias, e um revolucionário convicto. Dedicou anos de sua vida à luta pela emancipação dos trabalhadores e construindo o PSTU.

Era um companheiro generoso. Quando trabalhávamos na mesma região, havia um companheiro recém-ingresso no PSTU que estava desempregado. Conseguimos, na fábrica em que trabalhávamos, um biscate de solda, mas esse companheiro não tinha experiência nessa área. Pisco se prontificou a fazer o trabalho se passando pelo companheiro e, no final do serviço, repassava todo o dinheiro para ele. Isso aconteceu por vários dias.

Era muito querido entre os terceirizados por defendê-los incondicionalmente, levando várias punições por isso dentro da Reduc. Pisco foi candidato várias vezes a vice-prefeito em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, pelo PSTU. Foi sempre um petroleiro com alma de terceirizado, piqueteiro, cipeiro, revolucionário e amigo. Deixa boas lembranças e bons ensinamentos.

Fica aqui o nosso adeus a esse eterno camarada.

Por Ricardo Tavares