Metalúrgicos da Gerdau em São José dos Campos entram em greve

Greve é por aumento real e vale-alimentação

Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos

Os metalúrgicos da Gerdau, em São José dos Campos, entraram em greve por tempo indeterminado na manhã desta sexta-feira (27). A paralisação foi aprovada por ampla maioria no 1º turno. Os trabalhadores lutam por preservação do vale-alimentação e aumento real de salário.

Conhecida pela intransigência na mesa de negociação, a direção da Gerdau agora também está atacando o direito ao vale-alimentação dos trabalhadores. Sem qualquer consulta aos funcionários, a Gerdau anunciou que vai acabar com o vale-alimentação.

Além disso, os trabalhadores da fabricante de cabos de aço também reivindicam aumento real de salário e a renovação do acordo coletivo na íntegra, sem retirada de direitos.

Mesmo após cinco reuniões, a Gerdau ainda não avançou na proposta, fixada em apenas 2% de reajuste. O índice sequer cobre a inflação do período: 3,28%, segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

O plano da empresa é também acabar com a cláusula que garante estabilidade no emprego ao trabalhador lesionado ou vítima de doença ocupacional.

Os trabalhadores da Gerdau não aguentam mais essa situação. A gota d’água foi a ameaça de acabar com o vale-alimentação. É muita cara de pau da direção da empresa retirar esse benefício fundamental no orçamento do trabalhador. A produção seguirá paralisada até a vitória“, afirma o diretor do Sindicato José Dantas Sobrinho.