Preta Lu – 16000

Luciana Costa Corrêa, conhecida como Preta Lu, tem 39 anos, é historiadora formada pela Universidade Federal do Maranhão, costureira, favelada e mãe de Odara, Uine e Lara.

Natural de São Luís do Maranhão, nascida e criada na Rua da Vala, no Bairro João Paulo (Uma comunidade periférica num importante bairro comercial de São Luís). A mais nova entre os 9 filhos de Zezimar e Rita, sobreviventes de conflitos e expulsão de terras do interior do Estado do Maranhão.

A partir do contato com o movimento Hip Hop aos 15 anos, teve sua identidade negra reconstruída e entendida juntamente com outras questões como classe social e gênero. Atua nesse movimento há 20 anos, se tornando rapper e produtora de eventos políticos culturais com a juventude de periferia.

Nessa trajetória, entrou em contato com diversos setores em luta. Um desses setores foi o PSTU, que entre todos ou outros, foi o que apresentou uma alternativa à altura dos problemas que enfrentamos.

“A minha pré-candidatura, assim como nas outras vezes que fui candidata ( 2018 ao senado, 2016 Câmara de vereadores de São Luís) se dá pela convicção que a classe trabalhadora, negra, periférica, LGBTQI+, deve assumir a direção desse país, com um programa político submetido as necessidades da classe trabalhadora. É pegar as demandas da periferia e levar lá pra dentro ao mesmo tempo que nossa classe se organiza por fora pra dar pressão. Ao contrário do que acontece hoje que é um parlamento submisso e comprometido com o capital, grandes empresários e agronegócio e latifundiários.” Afirma Luciana.

“Sabemos que estamos numa democracia burguesa, ou seja, ela funciona nos limites dos interesses da burguesia. Porém precisamos participar do processo para apresentar nosso programa político, fazer denúncias, e garantir que esse parlamento tenha mandatos revolucionários comprometidos com as lutas em curso, e que sirva de ponto de apoio e tribuna para essas lutas. Finaliza.

slotbar -

süperbetin

-
betgaranti
- escort mersin - www.mersindugun.com