Nicinha Durans – 16789

Claudionice Alves Durans, conhecida como Nicinha Durans, tem 52 anos, 4 filhos e 2 netos. Nascida no território quilombola urbano da Liberdade e com origem quilombola rural do Quilombo Rio da Prata – Perimirim, Baixada Maranhense.

Iniciou sua militância no Grupo de Adolescentes da Liberdade e Floresta – GALF, da Paróquia de Santo Expedito/Liberdade, na capital maranhense. Militou no movimento estudantil secundarista no final da década de 80, onde ajudou a fundar a União Maranhense de Estudantes Secundaristas e também o Grêmio Estudantil do Liceu Maranhense, onde fez parte da 1º gestão, pós Ditadura Militar.

Participou do Movimento Universitário Negro, onde iniciou sua militância dentro da questão racial. Também é militante do Movimento de Hip Hop Quilombo Urbano e do Movimento de Hip Hop Militante Quilombo Brasil, entidade nacional de hip hop que é filiada à Central Sindical e Popular – CSP Conlutas, ambas entidades que também participou do processo de criação.

Esteve à frente das lutas dentro do Quilombo Urbano da Liberdade contra a violência policial, por saneamento básico, contra o racismo e pelo reconhecimento, por parte do Estado, do quilombo urbano através de certificação, que foi conquistado em novembro de 2019. 

Constrói o grupo de mulheres “Guerreiras da Resistência”, formado por mulheres do Movimento Quilombola do Maranhão – MOQUIBOM e da Gestão Quilombola do Quilombo Urbano da Liberdade.

Umas das fundadoras do PSTU, já participou de várias eleições com a sigla deste partido, concorrendo aos mais diversos cargos. Na última eleição foi candidata a vice governadora, na chapa com Ramon Zapata, candidato a governador do Estado.

“Após algumas discussões dentro do partido sobre nossa intervenção nas eleições municipais, sentimos necessidade de lançarmos uma candidatura feminina, negra, quilombola oriunda do território quilombola urbano da Liberdade. Daí minha candidatura que representa a luta da mulher negra quilombola. Por isso, coloco minha candidatura à Câmara de vereadores de São Luís como uma alternativa socialista e revolucionária.” Afirma Nicinha.

slotbar -

süperbetin

-
betgaranti
- escort mersin - www.mersindugun.com